Vostok VI

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vostok 6
Insígnia da missão
Sinal de chamada Чайка (Chayka - "Gaivota")
Estatísticas da missão
Número de tripulantes 1
Lançamento 16 de junho de 1963, 09:29:52 UTC
Cosmódromo de Baikonur LC1
Aterrissagem 19 de junho de 1963, 08:20 UTC
53.2° N, 80.8° E
Órbitas 48
Duração 2 d 22 h 50 min
Navegação
Último
Último
Vostok 5-6 mission patch.jpg Vostok 5
Voskhod1 patch.jpg Voskhod 1
Próximo
Próximo
Valentina Tereshkova em selo soviético comemorativo da missão Vostok VI

Vostok 6 foi a sexta e última missão do Programa Vostok, o primeiro projeto tripulado do programa espacial soviético. A cosmonauta foi Valentina Tereshkova, a primeira mulher no espaço, feito que se repetiria apenas dezenove anos depois com Svetlana Savitskaya. Foi também o primeiro voo de um civil ao espaço. O voo ocorreu entre 16 e 19 de junho de 1963. Esta missão foi conjunta com a Vostok 5.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Missão[editar | editar código-fonte]

Um dos objetivos da missão conjunta era comparar os efeitos do vôo espacial nos organismos do homem e da mulher. Como outros comandantes de naves Vostok, Valentina cumpriu um programa de voo, tirou fotografias da Terra, e teve controle manual da espaçonave, após alguns problemas nos mecanismos de controle de orientação, corrigidos por Baikonur.[1] Suas fotografias do horizonte terrestre foram depois usadas para identificar camadas de aerosol na atmosfera.

Realizada ao mesmo tempo que a Vostok 5, foi originalmente planejada para que cada nave fosse tripulada por um mulher e que uma acoplagem no espaço fosse realizada por elas, mas o plano mudou devido a cortes financeiros no programa espacial, devido a uma reorganização de objetivos, voltados para o novo Programa Voskhod. Ela passou mais tempo em órbita que todos os astronautas do programa espacial norte-americano Mercury, que ocorria ao mesmo tempo, combinados.[2]

As duas naves, apesar de não fazerem um acoplagem, chegaram a se posicionar cerca de 5 km uma da outra e os tripulantes, Valentina e Valery Bykovsky, trocaram breves mensagens por rádio.[2]

Tereshkova pousou perto de uma fazenda coletiva perto da cidade de Baevo, no Casaquistão. Após ser ejetada da nave e descer de pára-quedas - como eram os primeiros pousos dos cosmonautas soviéticos da Vostok - ela quase caiu dentro de um lago devido aos fortes ventos. Depois do pouso, ela foi arrastada por alguns metros junto com o pára-quedas, por causa do vento, machucando o nariz no pouso.[3]

No local onde Valentina pousou, existe hoje um pequeno parque com uma estátua de prata retratando a cosmonauta com os braços abertos, vestida em traje espacial e sem capacete.[4] A cápsula hoje encontra-se em exposição no Museu RKK Energiya, em Korolev, perto de Moscou.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Vostok 6. Astronautix. Página visitada em 02/05/2011.
  2. a b Valentina Vladimirovna Tereshkova. Yarolslavl region. Página visitada em 02/05/2011.
  3. Tereshkova. Astronautix. Página visitada em 02/05/2011.
  4. Google Maps - Vostok 6 Landing Site - Monument Photo closeup. Página visitada em 2010-12-26.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]