Xuto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Xuto, na mitologia grega, é um filho de Heleno, e pai de Aqueu e Íon[1] , ancestrais epônimos dos aqueus e os jônios.

Xuto foi expulso da Tessália pelos outros filhos de Heleno, sob a acusação de tentar se apropriar da propriedade ancestral[1] . Ele se refugiou em Atenas, onde se casou com a filha do rei Erecteu[1] , Creúsa [carece de fontes?], e teve dois filhos, Aqueu e Íon[1] .

Quando Erecteu morreu, Xuto foi escolhido para decidir qual de seus filhos seria o sucessor; ele escolheu Cécrope, o mais velho, e foi exilado pelos outros filhos de Erecteu[1] .

Ele se refugiu na região então chamada de Egialeia[2] , e que mais tarde seria chamada de Acaia[3] , onde morreu[2] .

Referências