Yeniches

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yeniches empobrecidos na Suíça, circa 1890

Yeniches, ieniches ou viajantes alemães são a terceira maior etnia nômade da Europa. Vivem, em sua maioria, na Bélgica, Alemanha, Áustria, Países Baixos, Suíça e partes da França. São um dos povos mais esparsamente distribuídos na Europa Ocidental, embora estejam vagamente concentrados na Renânia, e são caracterizadamente urbanos[1] .

História[editar | editar código-fonte]

Quase nada se sabe sobre as origens da etnia yeniche. Há uma teoria de que seriam herdeiros de pessoas que perderam as terras por conseqüência das leis da Liga Hanseática[1] . Os yeniches afirmam ser descendentes dos celtas.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Yeniches registrados em gravura do século XV

Embora freqüentemente rotulados como ciganos, os yeniches têm uma cultura claramente diferente da cultura romani, com seu próprio idioma e sistema de tabus.

Língua yeniche[editar | editar código-fonte]

Os yeniches falam seu próprio idioma, também chamado yeniche. É uma língua mista, com influência de romani, iídiche, rotwelsch e diversos dialetos de alemão[2] .

Variações do nome[editar | editar código-fonte]

A palavra yeniche é usada principalmente na França e Bélgica, enquanto jeniche usualmente se refere aos viajantes alemães que habitam a Alemanha, Áustria e Suíça.

Perseguição suíça[editar | editar código-fonte]

Como ocorreu com diversas etnias nômades da Europa, como os judeus e romanis, os yeniches sofreram perseguição, especialmente na Suíça.

Até 1970, o governo suíço tinha uma política semi-oficial de sistematicamente declarar pais yeniches como deficientes mentais, de modo a tomar seus filhos e dá-los à adoção por famílias suíças "normais"[3] . Esse programa, cujo propósito era eliminar a cultura yeniche, era chamado "Kinder der Landstrasse" (Crianças das estradas do país). Cerca de quinhentos e noventa crianças foram retiradas de seus pais e internadas em orfanatos, manicômios e até mesmo prisões[4] .

Atualmente, vivem na Suíça cerca de trinta e cinco mil jeniches, especialmente concentrados à região de Graubünden. Apenas cinco mil deles ainda mantêm seu estilo de vida nômade tradicional.

Referências

  1. a b Yeniche - a language of Germany. Ethnologue.
  2. Yeniche language. The Rosetta Project
  3. On Swiss Crimes against Yeniche, em alemão
  4. Le passé enfin écrit des enfants enlevés en Suisse. Le Temps, Genebra. 12 de dezembro de 2007. Um estudo histórico sobre o período de 1926 a 1973.