Zastava

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Zastava é um conglomerado industrial sérvio com sede na cidade de Kragujevac. É bastante conhecido por montar automóveis sob licença da Fiat.

História[editar | editar código-fonte]

Antes de produzir veículos a Zastava fabricava armas para o exército da Iugoslávia, foi fundada em 1853. Os primeiros veículos da cidade de Kragujevac eram caminhões/camiões da Ford produzidos exclusivamente para o exército iugoslavo em meados dos anos trinta, naquele tempo a "Zastava" ainda era uma fábrica de armamentos chamada "Vojno-Tehnicki Zavod"(Instituto Técnico do Exército).

Um pequeno número de veículos foram feitos antes de eclodir a Segunda Guerra Mundial em 1941 na Iugoslávia. Em meados dos anos cinqüenta algumas unidades de Jeeps foram produzidas, mas a união com a Willys-Overland do grupo Chrysler foi desfeita e a produção foi encerrada. Depois da Segunda Guerra Mundial a fábrica havia adotado outro nome passando a se chamar: "Zavodi Crvena Zastava" (em português "Fábrica Bandeira Vermelha"). (Mais tarde a "Crvena" deixou de usar este nome). Então começou a fabricar os seus primeiros carros de passageiros em 1954. Estes primeiros veículos da Zastava eram basicamente variações dos carros da Fiat especificamente dos modelos 1400,1300 e 1900. O primeiro a ser fábricado foi o modelo 1300, um sedã de quatro portas e 1300 cm³ de cilindrada, conhecido na Itália como "Milletrecciento", foi considerado pelos iugoslavos como um dos melhores carros produzidos pela Zastava e um dos mais modernos da época. Depois deste modelo a empresa criou o Zastava 750, modelo este baseado no Fiat 600d, com motor de quatro cilindros, 765 cm³ e 25 hp motor do tipo OHC com tração traseira. A produção em massa deste modelo começou em meados dos anos sessenta e se encerrou em 1981. Durante a década de sessenta a Zastava produziu mais carros baseados em modelos da Fiat entre eles estão os modelos 1100, 1300, 1500, 124 e 125. Mas os modelos 124 e 125 nunca foram produzido pela Zastava e sim eram importados da Itália e posteriormente da Polônia, o modelo 124 era muito raro na Iugoslávia. No início dos anos setenta a Zastava fez outro acordo com a Fiat para a produção do Fiat 128, que foi chamado de Zastava 101 pela empresa. Ainda na década de setenta a Zastava desenvolve mais um modelo baseado com motor Fiat, este supostamente chamado de Zastava 102, mas depois de 1981 passou a se chamar Yugo 45 como é conhecido até os dias de hoje.

Yugo[editar | editar código-fonte]

Yugo foi considerado o pior carro já produzido, tendo sido utilizado por artistas como matéria prima para esculturas, sem valor comercial estes carros eram utilizados com sucata para confecção de obras de arte.

Modelos atuais (2007)[editar | editar código-fonte]

Seu modelo mais famoso são os carros da linha Zastava (em servo-croata, "bandeira").

Parceria com a Fiat[editar | editar código-fonte]

Em 30 de abril de 2008 a Fiat anunciou a celebração de um memorando de entendimento com o Ministério da Fazenda da Sérvia visando à aquisição de certos ativos da Zastava [1]. Após a realização de estudos econômicosnos meses que se seguem, as partes poderão celebrar um acordo definitivo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Zastava
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.