1º Congresso Nacional do Partido Comunista da China

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
1º Congresso Nacional do Partido Comunista da China
s: 中国共产党第一次全国代表大会

t: 中國共產黨第一次全國代表大會

Bandeira do Partido Comunista da China de 1921 a 1996
Cidade(s) França Concessão Francesa de Xangai
Taiwan Jiaxing, República da China
Data 23 a 31 de julho de 1921[1]
Participantes 12 delegados representando 57 membros do partido
Cronologia
2º Congresso Nacional do Partido Comunista da China

O Primeiro Congresso Nacional do Partido Comunista da China foi realizado em Xangai e Jiaxing entre 23 de julho e 2 de agosto de 1921. O Congresso foi responsável por estabelecer formalmente o Partido Comunista da China. O congresso começou em um shikumen (edifício típico de Xangai) na região francesa da Concessão Internacional de Xangai (próximo da atual Xintiandi, no distrito de Huangpu). No início de junho de 1921, o holandês Henk Sneevliet, também conhecido como Ma Lin, representante da Internacional Comunista, chegou a Xangai e incitou várias células comunistas do país a se reunirem para um encontro de nível nacional. Nikolski, o representante russo da Internacional Comunista, também participou da reunião. Na época, o Partido Comunista da China possuía somente 57 membros.[2] Notavelmente, os dois fundadores do partido não compareceram ao congresso: Chen Duxiu e Li Dazhao. A reunião foi encerrada devida à perseguição da força policial da Concessão Francesa em 30 de julho. Os delegados concordaram em transferir a reunião para o Lago Sul, Jiaxing, em um barco turístico alugado. Desde 1961, o local da conferência em Xangai foi transformado em um museu. O Museu Revolucionário do Lago Sul em Jiaxing, localizado em uma ilha no centro do lago, foi construído em 1959. Um complexo que abriga uma série de outras exposições foi construído ao norte do Lago Sul 2011, também como forma de comemorar o 1º Congresso.

Local em que foi realizado o 1º Congresso, Xangai
Local em que foi realizado o 1º Congresso, Xangai

Discussão[editar | editar código-fonte]

O assunto central do congresso foi a discussão sobre a questão do estabelecimento oficial do Partido Comunista chinês. O congresso adotou o primeiro programa do Partido e decidiu nomear o partido como Partido Comunista da China. Também firmou os objetivos do partido como sendo: derrubar a burguesia pelos meios do exército revolucionário do proletariado, reconstruir o país a partir das classes trabalhadores e trabalhar para a completa eliminação das distinções de classe; estabelecer a ditadura do proletariado como forma de alcançar o objetivo da luta de classes, isso é, a eliminação das classes; e abolir a propriedade capitalista e estabelecer a propriedade de toda a sociedade por meio da confiscação de todos os meios de produção. O congresso também adotou a Resolução sobre as Tarefas Presentes, de acordo com a qual a tarefa central do Partido após sua fundação seria organização a classe trabalhadora e orientar o movimento dos trabalhadores.[3]

Eleitos[editar | editar código-fonte]

O congresso elegeu Chen Duxiu como Secretário (mesmo estando ausente), Zhang Guotao como Diretor de Organização e Li Da como Diretor de Propaganda.[2] Assim, os três passaram a formar o primeiro Birô Central (posteriormente chamado de "Politburo") do Partido Comunista da China.

Dos 13 representantes que participaram do congresso em 1921, apenas dois estariam presentes na cerimônia de proclamação da República Popular da China, 27 anos depois: Mao Zedong e Dong Biwu. Os demais foram vítimas da guerra nas décadas que se seguiram ou deixaram o partido de uma forma ou de outra (por exemplo, por expulsão ou deserção).

Representantes[editar | editar código-fonte]

O congresso elegeu Chen Duxiu como o primeiro Secretário do Partido Comunista da China

De acordo com o drama histórico chinês A Fundação de um Partido (2011), Chen Gongbo não compareceu ao último dia da conferência, quando a constituição do partido foi formalmente aprovada.

Referências

Notas[editar | editar código-fonte]