ATP de Quito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
ATP de Quito
Torneio extinto
FINAL ATP 250 (16291084308).jpg
O espanhol Feliciano López recebendo o troféu na edição de 2015
Detalhes da última edição
Nome Ecuador Open
Local Equador Quito, Equador
Organização Associação de Tenistas Profissionais (ATP)
Categoria ATP World Tour 250
Piso saibro
Premiação $ 561.345
Participantes 28 simplistas (principal)
14 simplistas (qualificatório)
16 duplas
Página oficial ecuadoropen.com.ec
Atualizado em: 23 de novembro de 2018

O WTA de Quito – ou Ecuador Open, na última edição – foi um torneio de tênis profissional masculino, de nível ATP World Tour 250.

Realizado em Quito, capital do Equador, estreou em 1979, foi até 1982, e voltou em 2015, durando cinco edições neste período. Os jogos eram disputados em quadras de saibro durante o mês de fevereiro.

Depois de 2018, foi substituído pelo ATP de Córdoba.[1]

Finais[editar | editar código-fonte]

Simples[editar | editar código-fonte]

Ano Campeão Vice-campeão Resultado
2018 Espanha Roberto Carballés Baena Espanha Albert Ramos Viñolas 6–3, 4–6, 6–4
2017 República Dominicana Víctor Estrella Burgos Itália Paolo Lorenzi 26–7, 7–5, 7–66
2016 República Dominicana Víctor Estrella Burgos Brasil Thomaz Bellucci 4–6, 7–65, 6–2
2015 República Dominicana Víctor Estrella Burgos Espanha Feliciano López 6–2, 56–7, 7–65
Torneio não realizado entre 2014 e 1983
1982 Equador Andrés Gómez França Loïc Courteau 6–3, 6–4
1981 Estados Unidos Eddie Dibbs Austrália David Carter 3–6, 6–0, 7–5
1980 Argentina José Luis Clerc Paraguai Victor Pecci 6–4, 1–6, 10–8
1979 Paraguai Victor Pecci Espanha José Higueras 2–6, 6–4, 6–2

Duplas[editar | editar código-fonte]

Ano Campeões Vice-campeões Resultado
2018 Chile Nicolás Jarry
Chile Hans Podlipnik-Castillo
Estados Unidos Austin Krajicek
Estados Unidos Jackson Withrow
7–66, 6–3
2017 Estados Unidos James Cerretani
Áustria Philipp Oswald
Chile Julio Peralta
Argentina Horacio Zeballos
6–3, 2–1, ab.
2016 Espanha Pablo Carreño Busta
Argentina Guillermo Durán
Brasil Thomaz Bellucci
Brasil Marcelo Demoliner
7–5, 6–4
2015 Alemanha Gero Kretschmer
Alemanha Alexander Satschko
República Dominicana Victor Estrella Burgos
Brasil João Souza
7–5, 7–63
Torneio não realizado entre 2014 e 1983
1982 Chile Jaime Fillol
Chile Pedro Rebolledo
Estados Unidos Egan Adams
Estados Unidos Rocky Royer
6–2, 6–3
1981 Chile Hans Gildemeister
Equador Andrés Gómez
Austrália David Carter
Equador Ricardo Ycaza
7–5, 6–3
1980 Chile Hans Gildemeister
Equador Andrés Gómez
Argentina José Luis Clerc
Chile Belus Prajoux
6–3, 1–6, 6–4
1979 Chile Alvaro Fillol
Chile Jaime Fillol
Colômbia Iván Molina
Colômbia Jairo Velasco Sr.
6–7, 6–3, 6–1

Referências

  1. «ATP 250 In Quito To Move To Cordoba From 2019» (em inglês). atpworldtour.com. 17 de setembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]