Ada I. Pastore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ada I. Pastore
Nascimento 1906
San Luis
Morte 1952 (46 anos)
Buenos Aires
Cidadania Argentina
Alma mater Universidade de Buenos Aires
Ocupação botânico

Ada I. Pastore (1906 - 1952) foi uma botânica, curadora, professora e exploradora argentina. Era doutora em Ciências Biológicas. Desenvolveu actividades académicas no "Instituto de Botânica", do Instituto de Botânica Darwinion (IBODA) e do CONICET.

Fez parte de uma admirável série de discípulos talentosos do botânico Lorenzo R. Parodi, e também de Arturo Erhardo Burkart.[1]

Algumas publicações[editar | editar código-fonte]

  • lorenzo r. Parodi, ada i. Pastore. 1952. Duas novas espécies de Gramíneas do género Melica da Argentina. Darwiniana
  • charles joseph Chamberlain, ada i. Pastore. 1942. Elementos de botânica. Editor Kapelusz 7 Cía. 381 pg.
  • lorenzo r. Parodi, ada i. Pastore. 1939. Géneros de plantas cultivadas representados na flora indígena da República Argentina. Physis 18: 255-268
  • -------------------------, -------------------. 1939. Psammophytes argentines qui peuvent être employées pour fixer lhes dunes. Rev. Bot. Appl. 19 (214): 389-395. Paris
  • ------------------. 1935. Estudio microscópico del almidón de plantas alimenticias aborígenes. Rev. Argent. Agron. 2: 78-85

Dissertações[editar | editar código-fonte]

  • Cfr. “Germán Avé Lallemant”, dissertação da Dra. Ada I. Pastore. Em: “Boletín del Centro Puntano”, Buenos Aires, IX e X de 1947, Nº 33, pg. 36-42

Honras[editar | editar código-fonte]

Membro de
  • Federação Argentina de Mulheres Universitárias - FAMU
  • Sociedade Argentina de Botânica
Directora
  • Boletim da Sociedade Argentina de Horticultura

Eponímia[editar | editar código-fonte]

Espécies


Referências

  1. Academia Nacional de Agronomia y Veterinaria |
  2. Darwiniana 24: 492. 1982 (GCI)
  3. Bol. Soc. Phys. i. 123 1946 (IK)