Lorenzo Raimundo Parodi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Lorenzo Raimundo Parodi (Pergamino, Buenos Aires, 23 de janeiro de 1895 - Buenos Aires, 21 de abril de 1966) foi um destacado botânico, agrostólogo e engenheiro agrônomo argentino.

Era filho mais velho de um agricultor do norte da Itália. Com ele adquiriu muitos conhecimentos práticos do "campo".

Estudos[editar | editar código-fonte]

Tornou-se Bacharel pelo Colégio Nacional Manuel Belgrano. Em 1915 ingressou na Faculdade de Agronomia e Veterinária da UBA, depois de uma breve estadia na Escola de Agricultura de Santa Catalina.

Na faculdade, foi aluno e discípulo de Lucien Hauman, professor belga que chegou ao país em 1904, para elaborar o plano docente da nascente faculdade. Em 1916, publicou seu trabalho "Clave para la determinación de los géneros de gramíneas silvestres en los alrededores de Buenos Aires", a primeira das mais de 150 obras que produziria durante a sua vida.

Ocupava muito tempo lendo a "Botânica" de Holmberg e a de Lucien Hauman-Merck, e também a "Historia de la Creación", de Haeckel. Além disso preparava seu herbário com mais de 15.000 exemplares tornando-se um dos mais importantes de América do Sul. Esta coleção está conservada na Cátedra de Botânica da Faculdade de Agronomia.

Também estudou química orgânica com Sordelli, mineralogia e geologia com Hermitte e matemática com Krauss. Em seu terceiro ano iniciou o estudo, que seria sua tese de graduação, sobre as clorídeas argentinas. Graças a esse trabalho criou vínculos com eminentes da botânica e da ciência internacional, como Haeckel, Hitchcock, Henrard e outros.

Vida profissional[editar | editar código-fonte]

Graduado como engenheiro agrônomo foi designado "Chefe de Trabalhos Práticos" de "Botânica, Fitopatologia e Microbiologia". Em 1926, após a partida de Hauman para a Bélgica, Parodi assumiu a a "Cátedra de Botânica Agrícola Geral e Especial", e ministrava cursos da mesma matéria na Universidade Nacional de La Plata e no Museu de História Natural desta cidade.

Foi assombroso o trabalho científico de Parodi: descobriu muitas espécies botânicas, fez a revisão dos gêneros das gramíneas argentinas (cujos estudos iniciou na Argentina), identificou os cereais de importância como o trigo e aveia, as doenças de cultivos e do estudo de plantas alimentícias.

Parodi foi um embaixador da ciência argentina, fazendo muitas viagens de exploração e de herborização por todas as regiões do país e dos países limítrofes. Foi delegado da Faculdade de Agronomia no Congresso Internacional de Botânica em Amsterdam (Holanda), Cambridge (Inglaterra) e Montreal (Canadá). Esteve na Espanha, França, Itália, Alemanha, Inglaterra, Rússia, visitando universidades, laboratórios e institutos. Nos EUA visitou numerosos jardins botânicos, museus e laboratórios, convidado pela Fundação Guggenhein.

Algumas publicações[editar | editar código-fonte]

  • Notas sobre las especies de Briza de la Flora argentina. In Revista de la Facultad de Agronomía y Veterinaria de la Universidad de Buenos Aires. 1920.
  • Albert Spear Hitchcock (1865–1935). In: Revista Argentina de Agronomía. 1936.
  • El origen geográfico de algunas Gramíneas coleccionadas por Don Luis Née, en su viaje alrededor del mundo. In: Revista Argentina de Agronomía. 1947.
  • Robert Pilger (1876–1953). In: Revista Argentina de Agronomía. 1953.
  • Thaddaeus peregrinus Haenke a dos siglos de su nacimiento. In: Anales de la Academia Nacional de Ciencias Exactas, Físicas y Naturales, Buenos Aires. 1964.

Homenagens[editar | editar código-fonte]

O eminente botânico ítalo-argentino Carlos Luis Spegazzini nomeou o gênero Parodia da família Cactaceae em sua honra[1] .

Também foi homenageado com os gêneros e espécies:

Referências

  1. Anales de la Sociedad Cientifica Argentina Band 96, S. 70, 1923

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.pngPortal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.