Alberto Kalach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alberto Kalach
Nascimento 1960
Cidade do México,  México
Nacionalidade mexicano
Obras notáveis Biblioteca Vasconcelos

Alberto Kalach (Cidade do México, 1960) é um arquiteto mexicano.

Trajetória[editar | editar código-fonte]

Alberto Kalach nasceu na Cidade do México. Estudou arquitetura na Universidade Ibero-Americana, na Cidade do México. Fez a pós-graduação na Universidade Cornell em Ithaca, nos Estados Unidos.[1]

Em 1981, fundou a empresa Taller de Arquitectura X (TAX) com Daniel Álvarez, com quem trabalhou até 2002, quando Daniel deixou a empresa. Enquanto continua a dirigir a TAX, em 2002, seus interesses também se voltaram para os problemas de planejamento urbano de sua cidade natal, e fundou o coletivo México: ciudad futura, que criou ideias em grande escala junto a arquitetos como Teodoro González de Leão, Gustavo Lipkau e José Castillo, com os quais realizou vários projetos conjuntos. Ele participa do projeto Vuelta à la ciudad lacustre (retorno a cidade do lago) - seus conceitos de lago foram significativos na solução de problemas de abastecimento de água existentes na Cidade do México.[1]

Seu trabalho foi amplamente divulgado e exposto individualmente e coletivamente, com destaques para a exposição no Museu de Arte Moderna do México em 1984 "Projetos para a ópera da Bastilha" e na Galeria Hartell de Nova Iorque sobre Paisagismo. Seus projetos foram publicados em revistas publicadas no México e em vários países do mundo.[2]

No ano de 2004, junto com Juan Palomar, Gustavo Lipkau e Tonatiuh Martínez, venceu o o concurso internacional para a construção da Biblioteca Vasconcelos, que integra uma biblioteca pública com um jardim botânico na capital mexicana, e é seu trabalho mais conhecido.[3]

Trabalhos notáveis[editar | editar código-fonte]

  • Interior da Biblioteca Vasconcelos.
    1999: Casa GGG, na Cidade do México
  • 2000-2008: Casa La Atalaya, na Califórnia
  • 2002: Biblioteca Vasconcelos, na Cidade do México[3]
  • 2004: Casa Romany, na Califórnia
  • 2007-2010: Reforma da Torre 27, na Cidade do México[4]
  • 2014: Torre 41, na Cidade do México[5]
  • 2016: Restauro e conversão para Sede da Fundação Casa Wab, na Cidade do México[6]
  • 2019: Escola Jojutla, em Jojutla[7]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 1984: Segundo lugar no 71º Paris Prize da Escola de Artes da Colombus.
  • 1985: Terceiro lugar no Concurso Internacional de Projeto do Kunstmuseum de Bonn, na Alemanha.
  • 1996: Primeiro Lugar no Concurso Internacional de Projeto para o Petrosino Park, em Nova Iorque, em colaboração com Ricardo Regazzoni e Julio González Rojas.
  • 1996: Primeiro Lugar no Concurso de Projeto para o Colégio Alemão Alexander von Humboldt em Puebla de Zaragoza, em colaboração com Felipe Buendía e Moises Miserachi.
  • 2004: Primeiro Lugar no Concurso Internacional de Projeto para a Biblioteca Vasconcelos, em colaboração com Juan Palomar, Gustavo Lipkau e Tonatiuh Martínez.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Alberto Kalach: 30 Years After». Universidade Cornell. 10 de abril de 2013. Consultado em 2 de maio de 2020 
  2. «Alberto Kalach». Architectuul. Consultado em 2 de maio de 2020 
  3. a b «Biblioteca José Vasconcelos / Taller de Arquitectura X / Alberto Kalach». ArchDaily Brasil. 23 de agosto de 2016. Consultado em 2 de maio de 2020 
  4. Fontenelle, Romullo Baratto (17 de outubro de 2012). «Reforma 27 / Alberto Kalach». ArchDaily Brasil. Consultado em 2 de maio de 2020 
  5. «Torre 41 / Taller de Arquitectura X / Alberto Kalach». ArchDaily Brasil. 26 de março de 2015. Consultado em 2 de maio de 2020 
  6. «Sede da Fundação Casa Wab / Taller de Arquitectura X / Alberto Kalach». ArchDaily Brasil. 2 de maio de 2020. Consultado em 10 de janeiro de 2018 
  7. «Escola Jojutla / Taller de Arquitectura X / Alberto Kalach». ArchDaily Brasil. 6 de janeiro de 2020. Consultado em 2 de maio de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]