Algeciras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Espanha Algeciras  
—  Município  —
Vista da cidade e do seu porto desde o Parque Centenario
Vista da cidade e do seu porto desde o Parque Centenario
Bandeira de Algeciras
Bandeira
Brasão de armas de Algeciras
Brasão de armas
Algeciras está localizado em: Espanha
Algeciras
Localização de Algeciras na Espanha
Algeciras está localizado em: Andaluzia
Algeciras
Localização de Algeciras na Andaluzia
Coordenadas 36° 07' 47" N 5° 26' 51" O
Comunidade autónoma Andaluzia
Província Cádis
Comarca Campo de Gibraltar
 - Alcaide José Ignacio Landaluce Calleja (2011-2015, PP)
Área
 - Total 85,9 km²
Altitude 20 m (66 pés)
População (2012)[1]
 - Total 116 917
    • Densidade 1 361,08/km2 
Gentílico: Algecirenho, nha
Código postal 11200-11209
Sítio www.algeciras.es

Algeciras é um município e cidade portuária do sul de Espanha, na província de Cádis, comunidade autónoma da Andaluzia. O município em 85,9 km² de área e em 2012 tinha 116 917 habitantes (densidade: 1 359,5 hab./km²).[1]

Localiza-se perto da cidade Gibraltar, ligeiramente mais a norte do que Tarifa, que é a cidade mais a sul da Europa continental. Ambas as cidades estão situados no estreito de Gibraltar; Algeciras fica de frente para o mar Mediterrâneo.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topónimo Algeciras é derivado do árabe "al-jazira" ("ilha verde" ou "península verde"), do qual são derivados também Argélia e Al-Jazira. Durante o período romano, a cidade chamava-se Colónia Traducta Júlia (português europeu) ou Colônia Traducta Júlia (português brasileiro) (em latim: Colonia Traducta Iulia) ou simplesmente Traducta Júlia. Outras variantes desse topónimo latino são, por exemplo, Iulia Traducta, Colonia Julia Traducta, etc.

Diz João de Barros, invocando o Itinerário de Antonino:

Algecira no Reino de Granada, é nome Arábico chamam-lhe Sola, como diz Antonino.[2]

Actividades[editar | editar código-fonte]

O moderno porto de Algeciras é o 24º mais movimentado do mundo (5º da Europa e 1º do Mar Mediterrâneo e da Espanha, com bastante tráfego de e para África. Ainda existe uma linha regular de navios porta-contêiners para a América do Sul (Santos, Montevidéu, Buenos Aires) Existe um serviço regular de ferry-boats para Tânger (Marrocos) e para o enclave espanhol de Ceuta. Devido a esses transportes, existem bastantes hotéis e estalagens.

Uma importante indústria é a refinaria da CEPSA que fornece tanques na baía de Algeciras, tanques esses que uma vez cheios se deslocam para as águas de Gibraltar para venderem o combustível com taxas mais baratas.

A cidade foi palco da Conferência de Algeciras, em 1906.

Notas[editar | editar código-fonte]

Operação Algeciras foi um plano falhado, concebido pelos militares argentinos para enviar “Montoneros” para sabotar as instalações militares britânicas em Gibraltar durante a Guerra das Malvinas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Algeciras