Aliá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nota: Aliá pode ser denominado a fêmea do elefante, consulte Elefante

Aliá ou Aliyah (translit. do hebraico עליה ou עלייה : ascensão) é o termo que designa a imigração judaica para a Terra de Israel ( em hebraico, Eretz Israel) - que, até 1948, correspondia ao território do Mandato Britânico da Palestina - e, a partir de 1948, para o Estado de Israel. A emigração judaica é chamada em  yerida (em hebraico, יריד,: descida). Os imigrantes judeus são chamados olim e os emigrantes são os yordim.[1]

Aliá é um importante conceito no Judaísmo, fundamental para o Sionismo e foi consagrado na Lei do retorno.[2]

Aliá, no sentido da imigração para Israel, ocorre permanentemente mas também em ondas. As primeiras duas ondas de imigração aconteceram entre 1882 e 1914; as três seguintes, entre 1919 e 1939.[carece de fontes?] A sexta aliá, entre 1945 e 1948, trouxe muitos sobreviventes do Holocausto, que movimentou . As ondas posteriores de imigração incluíram os Falasha da Etiópia, os emigrados da antiga União Soviética e outros.[3]

Referências

  1. «"Aliyah": The Word and Its Meaning». 15 de maio de 2005. Consultado em 29 de abril de 2013.. Arquivado do original em 19 de dezembro de 2009 
  2. «Israel Focus-Migration». Focus-migration.de. Consultado em 29 de abril de 2013. 
  3. «400 olim arrive in Israel ahead of Independence Day - Israel Jewish Scene, Ynetnews». Ynetnews.com. Consultado em 29 de abril de 2013. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre história israelense e judaica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.