Alto Jequitibá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Alto Jequitibá
  Município do Brasil  
Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição-Alto Jequitibá
Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição-Alto Jequitibá
Símbolos
Bandeira de Alto Jequitibá
Bandeira
Brasão de armas de Alto Jequitibá
Brasão de armas
Hino
Gentílico alto-jequitibaense
Localização
Localização de Alto Jequitibá em Minas Gerais
Localização de Alto Jequitibá em Minas Gerais
Alto Jequitibá está localizado em: Brasil
Alto Jequitibá
Localização de Alto Jequitibá no Brasil
Mapa de Alto Jequitibá
Coordenadas 20° 25' 26" S 41° 57' 57" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
História
Fundação 12 de dezembro de 1953 (68 anos)
Aniversário 21 de outubro
Administração
Prefeito(a) Daniel Guimarães Sathler[1] (PDT, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [3] 152,737 km²
População total (Censo IBGE/2010[4]) 8 318 hab.
Densidade 54,5 hab./km²
Clima Tropical de altitude (Cwa)
Altitude 645 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 36976-000 a 36978-999[2]
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [5]) 0,735 alto
PIB (IBGE/2008[6]) R$ 49 321,628 mil
PIB per capita (IBGE/2008[6]) R$ 6 044,32
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Conceição[7]
Sítio www.altojequitiba.mg.gov.br (Prefeitura)
www.cmaltojequitiba.mg.gov.br (Câmara)

Alto Jequitibá é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, situado na Zona da Mata Mineira.

Turismo[editar | editar código-fonte]

1ª Igreja Presbiteriana em Alto Jequitibá

O balneário da Cachoeira das Andorinhas fica a poucos quilômetros da sede(na entrada de chão que dá acesso à entrada do Parque Nacional do Caparaó) e é um dos locais mais visitados da região. Não poderia ser diferente. Esta área particular possui uma infinidade de recursos naturais preservados e de uma beleza espetacular. São vários hectares de matas e uma sucessão de quedas d'água e piscinas naturais. Entre a Mata Atlântica, há várias trilhas demarcadas. As caminhadas não oferecem muita dificuldade e podem durar pouco mais de 30 minutos. Cada via leva a uma cachoeira diferente. As águas são cristalinas e o leito do manancial possui muitas pedras, que formam até grutas. Além de muita natureza, o local oferece uma das melhores infraestruturas da região, com bar, restaurante, churrasqueiras, área esportiva e estacionamento.

A visitação é mais intensa no verão e é cobrada uma pequena taxa de acesso. Do balneário ao parque, há um belo trajeto entre os vales e montanhas da cordilheira, percurso que faz a alegria de trilheiros, ciclistas, cavaleiros e amantes do off-road.O Aeromodelismo, vem se tornando chave na cidade, o campo de aviação é o local ideal para a pratica deste hobby. Já para os praticantes de esportes radicais, a rampa da Serra dos Tavares é uma boa opção para a prática de voo livre.

No cenário religioso destaca-se a presença das igrejas Presbiteriana e Católica.

O prédio do antigo internato do Colégio Evangélico, onde hoje funciona o Museu do Colégio Evangélico, possui fotos antigas em painéis de madeira talhadas pelo primeiro fotógrafo da cidade, Antônio Zavatário; e um acervo rico em materiais usados quando o Colégio Evangélico estava em pleno funcionamento.

Datas e eventos festivos[editar | editar código-fonte]

  • Semana Santa
  • Festas Juninas
  • Semana da Pátria
  • Dia da cidade (21 de outubro)
  • Trilha da Independência
  • Festa do Carro de boi

Referências

  1. [https://politica.estadao.com.br/eleicoes/2020/candidatos/mg/alto-jequitiba
  2. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 3. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.