Alvin Weinberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Alvin Weinberg
Alvin Weinberg (direita) e Eugene Wigner
Conhecido(a) por Projeto Manhattan
Nascimento 20 de abril de 1915
Chicago
Morte 18 de outubro de 2006 (91 anos)
Oak Ridge (Tennessee)
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Alma mater Universidade de Chicago
Prêmios Prêmio Átomos pela Paz (1960), Prêmio Enrico Fermi (1980)
Instituições Laboratório Nacional de Oak Ridge, Departamento de Energia dos Estados Unidos, Agência Internacional de Energia Atómica
Campo(s) Física nuclear

Alvin Martin Weinberg (Chicago, 20 de abril de 191518 de outubro de 2006) foi um físico nuclear estadunidense.

Foi administrador do Laboratório Nacional de Oak Ridge (ORNL) durante e após o período do Projeto Manhattan. Chegou em Oak Ridge em 1945 e lá permaneceu até falecer em 2006. Ele foi o primeiro a usar o termo "Barganha Faustiana" para descrever a energia nuclear.

Formado pela Universidade de Chicago, que o garantiu seu doutorado em biofísica matemática em 1939, Weinberg ingressou no Laboratório de Metalurgia do Projeto Manhattan em setembro de 1941. No ano seguinte, tornou-se parte do Grupo Teórico de Eugene Wigner, cuja tarefa era projetar os reatores nucleares que converteria urânio em plutônio.

Trabalho em Oak Ridge[editar | editar código-fonte]

Em 1945, Wigner aceitou um cargo como Diretor de Pesquisa da Clinton Laboratories em Oak Ridge, Tennessee, que naquela época tinha um quadro de por volta de 800 funcionários. Ele levou com ele seus pupilos Gale Young, Katherine Way e Weinberg. Weinberg, que foi o primeiro a chegar a Oak Ridge em Maio de 1945,[1] se tornou o chefe da Divisão de Física em 1946.[2] Mas após a Comissão de Energia atómica tomar a responsabilidade sobre as operações do laboratório do Projeto Manhattan no início de 1947, Wigner, se sentindo inadequado para uma posição de gerencia no novo ambiente, deixou Oak Ridge no fim do verão de 1947 e voltou para a Universidade de Princeton[3]

Desenvolvimento de reatores[editar | editar código-fonte]

O projeto Aircraft Nuclear Propulsion (ANP) era o maior programa do ORNL, usando 25% do orçamento do ORNL. O objetivo militar do projeto ANP era de produzir aviões movidos por energia nuclear (um bombardeiro) para superar os limites de autonomia dos aviões a jato da época. Que o projeto tinha pouca chance de sucesso não era ignorado, mas gerava emprego e permitia ao ORNL permanecer no negócio de desenvolvimento de reatores. O ORNL teve sucesso em construir e operar o protótipo de uma usina de força nuclear de aeronave criando o primeiro reator abastecido e refrigerado por sais fundidos do mundo chamado Aircraft Reactor Experiment (ARE) em 1954, que definiu o record de mais alta temperatura de operação de 870°C. Devido a risco de radiação apresentado a tripulação, e pessoas no solo em caso de queda, novos desenvolvimentos na tecnologia de mísseis balísticos, reabastecimento aéreo e bombardeiros de mais longo alcance, o presidente Kennedy cancelou o program em Junho de 1961.[4][5]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • The Physical Theory of Neutron Chain Reactors
  • Reflections on Big Science
  • The Second Nuclear Era: A New Start for Nuclear Power
  • Continuing the Nuclear Dialogue
  • Strategic Defenses and Arms Control
  • Stability and Strategic Defenses
  • Nuclear Reactions: Science and Trans-Science, 1992, Springer. ISBN 0-88318-861-9.
  • The First Nuclear Era: The Life and Times of a Technological Fixer, 1994, Springer. 324 pages. ISBN 1-56396-358-2. Weinberg's autobiography, covering the period from the early 1940s to the early 1990s.
  • Fluid Fuel Reactors, 979 pages, James A. Lane, H.G. MacPherson, Frank Maslan (1958), Addison-Wesley Publishing Company, Inc., Reading, Massachusetts, U.S.A.

Referências

  1. Weinberg 1994, pp. 45–46.
  2. «Review of the Weinberg Years at ORNL». Laboratório Nacional de Oak Ridge. Consultado em September 19, 2014. Arquivado do original em June 22, 2014  Verifique data em: |acessodata=, |arquivodata= (ajuda)
  3. Seitz, Frederick; Vogt, Erich; Weinberg, Alvin M. «Eugene Paul Wigner». Biographical Memoirs. National Academies Press. Consultado em 20 August 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Metals and Ceramics Division History 1946–1996» (PDF). Oak Ridge National Laboratory. Consultado em September 19, 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. Weinberg 1994, pp. 102–108.

Ver tambem[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Alvin Weinberg


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.