Sidney Drell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sidney Drell
Conhecido(a) por Processo Drell-Yan
Nascimento 13 de setembro de 1926
Atlantic City, Nova Jérsei
Morte 21 de dezembro de 2016 (90 anos)[1]
Palo Alto, Califórnia
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Alma mater Universidade de Illinois em Urbana-Champaign
Prêmios Prêmio Pomeranchuk (1998), Prêmio Enrico Fermi (2000), Prêmio Rumford (2008), Medalha Nacional de Ciências (2011)
Campo(s) Física
Tese 1949

Sidney David Drell (Atlantic City, 13 de setembro de 1926Palo Alto, 21 de dezembro de 2016) foi um físico e especialista em controle de armas estadunidense.

Foi professor emérito do Centro de Aceleração Linear de Stanford (SLAC) e fellow da Hoover Institution. Drell foi um contribuidor de destaque nos campos da eletrodinâmica quântica e física de partículas. O processo Drell-Yan é parcialmente denominado em sua honra. Recebeu o Prêmio Enrico Fermi de 2000.

Foi co-autor do livro clássico "Relativistic Quantum Mechanics", com James Bjorken. Era conselheiro científico do Governo Federal dos Estados Unidos, e membro fundador do JASON. Fazia parte do quadro de dirigentes do Los Alamos National Security, a companhia que opera o Laboratório Nacional de Los Alamos. Era especialista no campo do controle de armas nucleares e co-fundador do "Center for International Security and Arms Control", atualmente denominado "Center for International Security and Cooperation". Era fellow senior da Hoover Institution e também exímio violinista. Ele foi um dos que assinaram uma petição para o presidente Barack Obama em 2015 para que o Governo Federal dos Estados Unidos fizesse um pacto de desarmamento nuclear e de não-agressão.[2][3]

Sidney Drell morreu em 21 de dezembro de 2016, aos 90 anos. Era pai de Persis Drell, atual diretora do Centro de Aceleração Linear de Stanford (SLAC).

Educação[editar | editar código-fonte]

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Maurice Goldhaber e Michael Edward Phelps
Prêmio Enrico Fermi
2000
Sheldon Datz e Herbert York
Sucedido por
John Norris Bahcall, Raymond Davis Jr. e Seymour Sack


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.