William Alfred Fowler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
William Alfred Fowler Medalha Nobel
Nascimento 9 de agosto de 1911
Pittsburgh
Morte 14 de março de 1995 (83 anos)
Pasadena
Nacionalidade Estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação astrônomo, físico, professor universitário, físico nuclear, astrofísico
Prêmios Prêmio Tom W. Bonner de Física Nuclear (1970), Prêmio Vetlesen (1973), Medalha Nacional de Ciências (1974), Medalha Eddington (1978), Medalha Bruce (1979), Nobel prize medal.svg Nobel de Física (1983)
Empregador Instituto de Tecnologia da Califórnia
Orientador(es) Charles Christian Lauritsen
Orientado(s) John Richard Bond
Campo(s) Física
Obras destacadas Artigo B²FH

William Alfred Fowler (Pittsburgh, 9 de agosto de 1911Pasadena, 14 de março de 1995) foi um físico estadunidense.

Recebeu o Nobel de Física de 1983, por estudos teóricos e experimentais de reações nucleares importantes na formação dos elementos químicos no universo.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1936, Fowler tornou-se pesquisador da Caltech. Em 1939, Fowler tornou-se professor assistente na Caltech.

Embora fosse um físico nuclear experimental, o artigo mais famoso de Fowler foi "Síntese dos Elementos nas Estrelas", em co-autoria com o cosmologista de Cambridge Fred Hoyle e em colaboração com dois jovens astrônomos de Cambridge, E. Margaret Burbidge e Geoffrey Burbidge. Esse artigo de 1957 em Reviews of Modern Physics[2] categorizou a maioria dos processos nucleares para a origem de todos, exceto os elementos químicos mais leves nas estrelas. É amplamente conhecido como o papel B2 FH.

Em 1942, Fowler tornou-se professor associado da Caltech. Em 1946, Fowler tornou-se professor na Caltech.

Fowler sucedeu Charles Lauritsen como diretor do Laboratório de Radiação Kellogg no Caltech, e ele mesmo foi sucedido mais tarde por Steven E. Koonin. Fowler foi premiado com a Medalha Nacional de Ciências pelo presidente Gerald Ford.

Fowler ganhou o Henry Norris Russell Lectureship da American Astronomical Society em 1963, o Prêmio Vetlesen em 1973, a Medalha Eddington em 1978, a Medalha Bruce da Sociedade Astronômica do Pacífico em 1979 e o Prêmio Nobel de Física em 1983 por seu estudos teóricos e experimentais das reações nucleares importantes na formação dos elementos químicos do universo (compartilhado com Subrahmanyan Chandrasekhar ).[3][4]

Publicações[editar | editar código-fonte]

Obituários[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Biography and Bibliographic Resources
  2. Burbidge, E. M.; Burbidge, G. R.; Fowler, W. A.; Hoyle, F. (1957). «Synthesis of the Elements in Stars». Reviews of Modern Physics. 29 (4): 547–650. Bibcode:1957RvMP...29..547B. doi:10.1103/RevModPhys.29.547 
  3. «The Bruce Medalists: William A. Fowler». www.phys-astro.sonoma.edu. Consultado em 14 de julho de 2019 
  4. «The Nobel Prize in Physics 1983». NobelPrize.org (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Chien-Shiung Wu
Presidente da American Physical Society
1976
Sucedido por
George Pake
Precedido por
Kenneth Wilson
Nobel de Física
1983
com Subrahmanyan Chandrasekhar
Sucedido por
Carlo Rubbia e Simon van der Meer


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.