Alexei Alexeevich Abrikosov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexei Alexeevich Abrikosov
Nascimento 25 de junho de 1928
Moscou
Morte 29 de março de 2017 (88 anos)
Palo Alto, Califórnia, Estados Unidos
Nacionalidade Russo
Alma mater Universidade Estatal de Moscou, Academia de Ciências da Rússia
Prêmios Prêmio Lenin (1966), Prêmio Memorial Fritz London (1972), Nobel prize medal.svg Nobel de Física (2003)
Orientador(es) Lev Davidovich Landau
Instituições Instituto Landau de Física Teórica, Universidade Estatal de Moscou, Argonne National Laboratory

Alexei Alexeevich Abrikosov (em russo: Алексе́й Алексе́евич Абрико́сов; Moscou, 25 de junho de 1928  – 29 de março de 2017[1]) foi um físico russo.

Recebeu o Nobel de Física de 2003, por contribuições à teoria dos supercondutores e superfluidos.[2]

Foi eleito membro estrangeiro da Royal Society em 2001.[3]

Referências

  1. TASS (30 de março de 2017). «Nobel laureate in physics Aleksei Abrikosov dies» (em inglês). Russia Beyond The Headlines. Consultado em 30 de março de 2017 
  2. «Nobel Prizes and Laureates - Press Release» (em inglês). Nobelprize.org. 7 de outubro de 2003. Consultado em 30 de março de 2017 
  3. «Portrait of Alexei Alexeyevich Abrikosov». The Royal Society (em inglês). Consultado em 31 de março de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Raymond Davis Jr., Masatoshi Koshiba e Riccardo Giacconi
Nobel de Física
2003
com Vitaly Lazarevich Ginzburg e Anthony J. Leggett
Sucedido por
David Gross, Hugh David Politzer e Frank Wilczek


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alexei Alexeevich Abrikosov