Donna Strickland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Donna Strickland Medalha Nobel
Donna Strickland em 2012
Nascimento 27 de maio de 1959 (59 anos)
Guelph, Canadá
Alma mater Universidade McMaster, Universidade de Rochester
Prêmios Nobel de Física (2018)
Orientador(es) Gérard Mourou
Instituições Universidade de Waterloo
Campo(s) Física
Tese 1988: Development of an ultra-bright laser and an application to multi-photon ionization[1]

Donna Theo Strickland (Guelph, Canadá, 27 de maio de 1959) é uma física canadense da Universidade de Waterloo especializada em laser.

Recebeu o Nobel de Física de 2018, juntamente com o cientista francês Gérard Mourou (laser ultra rápido) e o estadunidente Arthur Ashkin (pinças ópticas), "por invenções inovadoras no campo da física do laser".[2][3][4][5]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 1959, Strickland nasceu em Guelph, na província canadense de Ontário (centro-leste do país), filha de Lloyd Strickland, engenheiro elétrico e,[6] Edith J. (née Ranney), professora de inglês.[7]

Donna é casado com Douglas Dykaar, um consultor de óptica e eletrônica, com quem têm dois filhos.[8]

Acadêmico[editar | editar código-fonte]

Em 1977, apaixonada por lasers e ótica Strickland iniciou os estudos em engenharia física na Universidade McMaster,[7] uma das três mulheres em uma classe de vinte e cinco pessoas, conquistando o bacharel em 1981.[9] Em seguida estudou pós-graduação no Instituto de Óptica.[10]

Em 1989, tornou-se doutora Ph.D (DSc) em física na Universidade de Rochester,[11][12] orientada por Gérard Mourou, no Laboratório Laser Energetics,[13] com a tese "Desenvolvimento de um laser ultra brilhante e aplicação para a ionização de múltiplos fotões" (do inglês Development of an ultra-bright Laser and an application to Multi-Photon-Ionization). Sendo indicada ao prêmio Nobel de Física.[14]

Strickland e Mourou desenvolveram uma configuração experimental que eleva o pico de potência dos pulsos de laser, superando a limitação, da intensidade máxima dos pulsos de laser, quando atingiam gigawatts/cm² danificavam a parte amplificadora do laser, a técnica de 1985 de amplificação de pulso esticado (chirped pulse amplification - CPA) estendeu cada pulso do laser tanto espectralmente quanto no tempo antes de amplificá-lo, assim comprimiu cada pulso até sua duração original, gerando pulsos ópticos ultracurtos de intensidade de terawatt.[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Donna Strickland é professora associada

De 1988 a 1991, Strickland foi pesquisadora associada do Conselho Nacional de Pesquisa do Canadá, onde trabalhou com Paul Corkum na seção de fenômenos ultra-rápidos, onde produziram o mais poderoso laser de pulso curto do mundo.[15]

De 1991 a 1992, trabalhou na divisão de laser do Lawrence Livermore National Laboratory, na equipe técnica do Centro de Tecnologia Avançada de Fotônica e Materiais Optoeletrônicos de Princeton.

Em 1997, ingressou na Universidade de Waterloo (Ontario) como professora assistente.[2]

Em 2008, Strickland tornou-se membro da Sociedade Ótica da América (do inglês Optical Society of America). Sendo eleita como vice-presidente e presidente, respectivamente em 2011 e 2013.[12][16]

De 2004 a 2010, foi editora na sua revista Optics Letters.[12][16] Atualmente é presidente do Comitê Consultivo Presidencial da Sociedade Óptico (Optical Society's Presidential Advisory Committee).[17]

Atualmente na Universidade de Waterloo, além de professora associada também é pesquisadora,[18] liderando uma equipe de laser ultra rápido e de alta intensidade, para sistemas de investigações ópticas não-lineares.[12] Com o projeto de expandir a ciência óptica ultrarrápida com novas faixas de comprimento de onda, como o infravermelho médio e o ultravioleta, usando técnicas como bicolores ou multifrequenciais, bem como a geração Raman.[12] Também trabalha no uso de lasers de alta potência na lente cristalino do olho humano, durante o processo de micro-usinagem para curar a presbiopia.[12]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Publicações selecionadas[editar | editar código-fonte]

Relação das publicações de Donna Strickland:[25]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Tese
  2. a b Pinheiro, Laura (2 de outubro de 2018). «Nobel de Física vai para Arthur Ashkin, Gérard Mourou e Donna Strickland por pesquisas com laser». G1. Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  3. Pollard, Niklas; Hirschler, Ben (2 de outubro de 2018). «Nobel de Física premia mulher pela primeira vez em 55 anos». Revista EXAME. Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  4. Sample, Ian; Davis, Nicola (2 de outubro de 2018). «Physics Nobel prize won by Arthur Ashkin, Gérard Mourou and Donna Strickland». the Guardian (em inglês). Consultado em 10 de outubro de 2018. 
  5. Rincon, Paul (2 de outubro de 2018). «Quem é a primeira mulher a ganhar o Nobel de Física após 55 anos». BBC News Brasil (em inglês) 
  6. a b Strickland, Donna Theo (1988). Desenvolvimento de um laser ultra brilhante e uma aplicação para multi fótons ionnizados (PDF) (Ph.D.) (em inglês). Rochester. Consultado em 6 de outubro de 2018.. Cópia arquivada (PDF) em 7 de julho de 2013 
  7. a b Booth, Laura (10 de março de 2018). «Scientist caught in a Nobel whirlwind» [Cientista preso em um turbilhão do Nobel]. Waterloo Region Record. Consultado em 10 de outubro de 2018. 
  8. «Resumo da empresa». DifTek Lasers. 1 de junho de 2017. Consultado em 10 de outubro de 2018. 
  9. Semeniuk, Ivan (2 de outubro de 2018). «Canada's newest Nobel Prize winner, Donna Strickland, 'just wanted to do something fun'» [A mais nova vencedora do Prêmio Nobel do Canadá, Donna Strickland, 'só queria fazer algo divertido']. Globe and Mail. Consultado em 10 de outubro de 2018. 
  10. Mourou, Gérard (2004). «53. The dawn of ultrafast science and technology at the University of Rochester.» (PDF). In: Stroud, Carlos. A Jewel in the Crown: 75th Anniversary Essays of The Institute of Optics of the University of Rochester. Rochester, NY: Meliora Press. p. 272. ISBN 158046162X 
  11. «Biografia Donna T. Strickland» (em inglês). Optical Society. Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  12. a b c d e f «Perfis de pessoas, Donna Strickland». Education Program for Photonics Professionals (em inglês). Universidade de Waterloo. 11 de setembro de 2012. Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  13. Valich, Lindsey (2 October 2018). «Rochester breakthrough in laser science earns Nobel Prize». Newscenter. University of Rochester. Consultado em 4 October 2018.  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  14. a b Murphy, Jessica (2 de outubro de 2018). «Donna Strickland: The 'laser jock' Nobel prize winner» [Donna Strickland: o ganhador do prêmio Nobel] (em inglês). BBC News. Consultado em 10 de outubro de 2018. 
  15. Page, Shelley (19 de outubro de 1990). «Laser lab makes short work of super beam». Ottawa Citizen. Consultado em 10 de outubro de 2018. 
  16. a b «Arthur Ashkin, Gérard Mourou, and Donna Strickland Awarded 2018 Nobel Prize in Physics» [Arthur Ashkin, Gérard Mourou e Donna Strickland receberam o Prêmio Nobel de Física de 2018] (em inglês). Optical Society. Consultado em 2 de outubro de 2018. 
  17. «Comissões ad hoc» (em inglês). Optical Society. Consultado em 4 de outubro de 2018. 
  18. a b «Donna Strickland é a primeira mulher a vencer o Nobel de Física em 55 anos» 
  19. «Past Sloan Fellows». Alfred P. Sloan Foundation. Consultado em 2 October 2018.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  20. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome TOS3
  21. «Cottrell Scholars» (PDF). Research Corporation for Science Advancement. Consultado em 2 October 2018.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  22. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome bbc22
  23. «2008 OSA Fellows». The Optical Society. Consultado em 4 October 2018.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  24. «Arthur Ashkin, Gérard Mourou and Donna Strickland win the Nobel Prize for Physics». Physics World. 2 October 2018. Consultado em 2 October 2018.  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  25. «Donna Strickland - Google Scholar Citations». Google Scholar. Consultado em 10 de outubro de 2018. 
  26. Strickland, Donna; Mourou, Gerard (1985). «Compression of amplified chirped optical pulses». Optics Communications. 56 (3): 219–221. ISSN 0030-4018. doi:10.1016/0030-4018(85)90120-8. Consultado em 10 de outubro de 2018. 
  27. Maine, P.; Strickland, D.; Bado, P.; Pessot, M.; Mourou, G. (1988-02). «Generation of ultrahigh peak power pulses by chirped pulse amplification». IEEE Journal of Quantum Electronics (em inglês). 24 (2): 398–403. ISSN 0018-9197. doi:10.1109/3.137  Verifique data em: |data= (ajuda)
  28. Augst, S.; Strickland, D.; Meyerhofer, D. D.; Chin, S. L.; Eberly, J. H. (13 de novembro de 1989). «Tunneling ionization of noble gases in a high-intensity laser field». Physical Review Letters. 63 (20): 2212–2215. doi:10.1103/PhysRevLett.63.2212 
  29. Augst, S.; Meyerhofer, D. D.; Strickland, D.; Chin, S. L. (1 de abril de 1991). «Laser ionization of noble gases by Coulomb-barrier suppression». JOSA B (em inglês). 8 (4): 858–867. ISSN 1520-8540. doi:10.1364/JOSAB.8.000858 
  30. Hillegas, C. W.; Tull, J. X.; Goswami, D.; Strickland, D.; Warren, W. S. (15 de maio de 1994). «Femtosecond laser pulse shaping by use of microsecond radio-frequency pulses». Optics Letters. 19 (10): 737–739. ISSN 0146-9592. PMID 19844429 
  31. Strickland, D. T.; Beaudoin, Y.; Dietrich, P.; Corkum, P. B. (4 de maio de 1992). «Optical studies of inertially confined molecular iodine ions». Physical Review Letters. 68 (18): 2755–2758. doi:10.1103/PhysRevLett.68.2755 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Donna Strickland


Precedido por
Rainer Weiss, Barry C. Barish e Kip Thorne
Nobel de Física
2018
com Arthur Ashkin e Gérard Mourou
Sucedido por