Andre Geim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Andre Geim Medalha Nobel
Grafeno
Nascimento 21 de outubro de 1958 (63 anos)
Sóchi
Rússia
Residência Manchester
Nacionalidade Holandês, russo
Cidadania União Soviética, Reino dos Países Baixos, Reino Unido
Cônjuge Irina Grigorieva
Alma mater Instituto de Física e Tecnologia de Moscou
Ocupação físico, inventor, professor, cientista
Prêmios Prêmio IgNobel (2000), Prêmio Körber de Ciência Europeia (2009), Medalha Hughes (2010), Nobel de Física (2010), Prêmio John J. Carty (2010), Medalha Copley (2013)
Empregador Universidade de Manchester, Institute of Solid State Physics, Universidade Radboud de Nimega
Orientador(es) Victor Petrashov[1]
Orientado(s) Konstantin Novoselov
Instituições Instituto de Física e Tecnologia de Moscou, Universidade de Manchester
Campo(s) Física
Título Knight Bachelor

Andre Geim FRS (em russo: Андрей Константинович Гейм; Sóchi, 21 de outubro de 1958) é um físico holandês nascido na Rússia, conhecido como descobridor do grafeno e por demonstrações concretas da levitação magnética.[2]

Membro de grupos de pesquisa em física da Universidade de Manchester,[3] Geim foi laureado com o Prêmio Nobel de Física de 2010, juntamente com Konstantin Novoselov, por "experiências inovadoras com o grafeno bidimensional".[4]

Depois de ter ganho um Prêmio IgNobel em 2000, em 2010 passou a ser a primeira pessoa que ganhou um prémio Nobel juntamente com um prémio IgNobel.[5][6]

Esteve no Brasil em março de 2016 para a inauguração do Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologia (MackGraphe), da Universidade Presbiteriana Mackenzie em São Paulo.[7]

Vida[editar | editar código-fonte]

Geim é judeu e nasceu no dia 1 de outubro de 1958 em Sochi, Rússia. Seus pais, Konstantin Alekseyevich Geim (Alemão) e Nina Nikolayevna Bayer (Alemã-judia), eram engenheiros. Em 1982 ele se formou na Universidade Moscow Institute of Physics and Technology e em 1987 obteve seu doutoramento no Institute of Solid State Physics da Russian Academy of Sciences. Dentre seus projetos, destacam-se o grafeno.

Referências

  1. «Mentor of two Nobel Prize winners teaches at Royal Holloway» (em inglês) 
  2. «October 22, 2004: Discovery of Graphene». APS News. Outubro de 2009 
  3. «Instituto Nobel». Consultado em 5 de outubro de 2010 
  4. «2010 Nobel Prize in Physics announcement». Nobelprize.org. Consultado em 5 de outubro de 2010 
  5. «Vencedor do Nobel de Física já ganhou o Ig Nobel e esteve três vezes no Brasil». VEJA. Consultado em 18 de outubro de 2021 
  6. «Andre Geim (The University of Manchester)». www.condmat.physics.manchester.ac.uk (em inglês). Consultado em 18 de outubro de 2021 
  7. «Mackenzie inaugura centro dedicado a material usado em nanotecnologia». Educação. 2 de março de 2016. Consultado em 8 de junho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Andre Geim


Precedido por
Michele Dougherty
Medalha Hughes
2010
Sucedido por
Matthew Rosseinsky
Precedido por
George Smith, Charles Kao e Willard Boyle
Nobel de Física
2010
com Konstantin Novoselov
Sucedido por
Saul Perlmutter, Adam Riess e Brian Schmidt
Precedido por
John Ernest Walker
Medalha Copley
2013
Sucedido por
Alec Jeffreys


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.