Hiroshi Amano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hiroshi Amano Medalha Nobel
Nascimento 11 de setembro de 1960 (57 anos)
Hamamatsu
Nacionalidade Japão Japonês
Alma mater Universidade de Nagoya
Prêmios Nobel de Física (2014)
Instituições Universidade Meijō, Universidade de Nagoya
Campo(s) Física

Hiroshi Amano (Hamamatsu, 11 de setembro de 1960[1]) é um físico japonês. Foi laureado com o Nobel de Física de 2014, em conjunto com Isamu Akasaki e Shuji Nakamura, pela invenção de diodos azuis emissores de luz que permitiram fontes de luz brilhantes e economizadoras de energia.[2]

Hiroshi Amano obteve em 1983 um bacharelado em engenharia e em 1985 um mestrado em engenharia na Universidade de Nagoya, onde também obteve um doutorado em 1989. De 1988 e 1992 foi pesquisador associado da Universidade de Nagoya, e em 1992 aceitou um chamado da Universidade Meijō como professor associado, onde tornou-se professor ordinário em abril de 2002. Desde 2010 é professor da Graduate School of Engineering da Universidade de Nagoya.[1]

Referências

  1. a b «Página pessoal». Nagoya University (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2014 
  2. «The Nobel Prize in Physics 2014» (em inglês). Fundação Nobel. Consultado em 7 de outubro de 2014 


Precedido por
François Englert e Peter Higgs
Nobel de Física
2014
com Isamu Akasaki e Shuji Nakamura
Sucedido por
Takaaki Kajita e Arthur Bruce McDonald


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.