James Watson Cronin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
James Watson Cronin Medalha Nobel
Nascimento 29 de setembro de 1931
Chicago
Morte 25 de agosto de 2016 (84 anos)
Saint Paul
Nacionalidade Estadunidense
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade Metodista Meridional, Universidade de Chicago
Ocupação físico, físico nuclear, professor universitário
Prêmios Prêmio Ernest Orlando Lawrence (1976), Nobel prize medal.svg Nobel de Física (1980), Medalha Nacional de Ciências (1999)
Empregador Universidade de Chicago, Collège de France, Universidade de Utah
Instituições Universidade de Chicago
Campo(s) Física

James Watson Cronin (Chicago, 29 de setembro de 193125 de agosto de 2016) foi um físico estadunidense.[1]

Foi professor na Universidade de Chicago e recebeu o Nobel de Física de 1980, pela descoberta da chamada violação de carga (elétrica) e paridade no comportamento de partículas subatômicas denominadas méson K.[2]

Publicações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Sheldon Lee Glashow, Abdus Salam e Steven Weinberg
Nobel de Física
1980
com Val Logsdon Fitch
Sucedido por
Nicolaas Bloembergen, Arthur Schawlow e Kai Siegbahn


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.