Robert Langer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Robert Langer
Nascimento 29 de agosto de 1948 (73 anos)
Albany
Residência  Estados Unidos
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Alma mater Universidade Cornell, Instituto de Tecnologia de Massachusetts
Prêmios Prêmio Internacional da Fundação Gairdner (1996), Prêmio Charles Stark Draper (2002), Medalha John Fritz (2003),[1] Prêmio Kettering (2004), Prêmio Centro Médico Albany (2005), Prêmio Washington (2005), National Inventors Hall of Fame (2006), Medalha Nacional de Ciências (2006), Prêmio Príncipe das Astúrias (2008), Medalha Nacional de Tecnologia e Inovação (2011), Medalha Priestley (2012), Prêmio Wolf de Química (2013), Medalha por Inovações em Tecnologia da Saúde IEEE (2013), Breakthrough Prize in Life Sciences (2014), Prêmio Kyoto (2014), Prêmio Químico Pioneiro (2014), Prêmio de Engenharia Rainha Elizabeth (2015), Prêmio Scheele (2015), Medalha Benjamin Franklin (2016)
Orientador(es)(as) Clark K. Colton
Orientado(a)(s) Kristi Anseth, David Berry, Isaac Berzin, David Edwards, Linda Griffith, Jeffrey Karp, Ali Khademhosseini, Cato T. Laurencin, Robert Linhardt, Samir Mitragotri, David James Mooney, Molly Stevens, Gordana Vunjak-Novakovic
Instituições Instituto de Tecnologia de Massachusetts
Notas «Página pessoal» (em inglês) 

Robert Samuel Langer, Jr. FREng[2] (Albany, 29 de agosto de 1948) é um engenheiro estadunidense. É professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts.[3]

Foi laureado com a Medalha Priestley de 2012.[4]

Contribuições para a medicina e biotecnologia[editar | editar código-fonte]

Langer é amplamente reconhecido por suas contribuições à medicina e à biotecnologia. Ele é considerado um pioneiro de muitas novas tecnologias, incluindo sistemas de liberação controlada e sistemas de entrega transdérmica, que permitem a administração de drogas ou extração de analitos do corpo através da pele sem agulhas ou outros métodos invasivos[5][6][7][8]

Langer trabalhou com Judah Folkman no Hospital Infantil de Boston para isolar o primeiro inibidor da angiogênese, uma macromolécula para bloquear a disseminação dos vasos sanguíneos nos tumores. macromoléculas tendem a ser quebradas pela digestão e bloqueadas pelos tecidos do corpo se forem injetadas ou inaladas, portanto, é difícil encontrar um sistema de liberação para elas. A ideia de Langer era encapsular o inibidor da angiogênese em um polímero sintético não inflamatório sistema que poderia ser implantado no tumor e controlar a liberação do inibidor. Ele acabou inventando sistemas de polímeros que funcionariam. Esta descoberta é considerada a base de grande parte da tecnologia atual de distribuição de medicamentos.[8][9][10]

Langer também trabalhou com Henry Brem, da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins, em um sistema de entrega de drogas para o tratamento de câncer no cérebro, para entregar quimioterapia diretamente no local do tumor. Os implantes de wafer que ele e sua equipe desenvolveram se tornaram cada vez mais sofisticados e agora podem fornecer vários medicamentos e responder a estímulos. Em 2019, ele e sua equipe desenvolveram e patentearam uma técnica por meio da qual manchas de tatuagem com microagulha poderiam ser usadas para rotular pessoas com tinta invisível para armazenar informações médicas por via subcutânea. Isso foi apresentado como uma bênção para as "nações em desenvolvimento", onde a falta de infraestrutura significa ausência de registros médicos. A tecnologia usa um "corante ponto quânticoque é fornecido, junto com uma vacina, por um adesivo de microagulha".[11][12][13]

Langer é considerado o fundador da engenharia de tecidos na medicina regenerativa. Ele e os pesquisadores em seu laboratório fizeram avanços na engenharia de tecidos, como a criação de vasos sanguíneos e tecido muscular vascularizado. Polímeros sintéticos produzidos pela bioengenharia fornecem uma estrutura na qual nova pele, músculo, osso e órgãos inteiros podem ser cultivados. Com esse substrato no lugar, as vítimas de acidentes graves ou defeitos congênitos podem desenvolver tecidos faltantes com mais facilidade. Esses polímeros podem ser biocompatíveis e biodegradáveis.[14][13][15][16][17][18]

Langer está envolvido em vários projetos relacionados ao diabetes. Ao lado de Daniel G. Anderson, ele contribuiu com o trabalho de bioengenharia para um projeto envolvendo equipes do MIT, da Universidade de Harvard e de outras instituições, para produzir um dispositivo implantável para tratar diabetes tipo 1 protegendo as células beta produtoras de insulina de ataques do sistema imunológico. Ele também faz parte de uma equipe do MIT que desenvolveu uma cápsula de medicamento que poderia ser usada para administrar doses orais de insulina a pessoas com diabetes tipo 1.[19][20][21][22][23]

Referências

  1. «John Fritz Medal Past Recipients» (em inglês). American Association of Engineering Societies. Consultado em 30 de junho de 2015. Cópia arquivada em 30 de junho de 2015 
  2. «List of Fellows, Royal Academy of Engineering» 
  3. Hannah Seligson (24 de novembro de 2012). «Hatching Ideas, and Companies, by the Dozens at M.I.T.». New York Times. Consultado em 31 de agosto de 2015. A chemical engineer by training, Dr. Langer has helped start 25 companies and has 811 patents, issued or pending, to his name. ... 
  4. «Robert Langer wins top chemistry award» (em inglês) 
  5. Mitragotri, S; Blankschtein, D; Langer, R (1995). «Ultrasound-mediated transdermal protein delivery». Science. 269 (5225): 850–3. Bibcode:1995Sci...269..850M. PMID 7638603. doi:10.1126/science.7638603 
  6. Kost, J; Mitragotri, S; Gabbay, RA; Pishko, M; Langer, R (2000). «Transdermal monitoring of glucose and other analytes using ultrasound». Nature Medicine. 6 (3): 347–50. PMID 10700240. doi:10.1038/73213 
  7. Langer, Robert; Folkman, Judah (outubro de 1976). «Polymers for the sustained release of proteins and other macromolecules». Nature. 263 (5580): 797–800. Bibcode:1976Natur.263..797L. PMID 995197. doi:10.1038/263797a0 
  8. a b Pearson, Helen (4 de março de 2009). «Profile: Being Bob Langer». Nature. 458 (7234): 22–24. PMID 19262647. doi:10.1038/458022a 
  9. National Academy of Science report Beyond Discovery: Polymer and People 1999
  10. Cooke, Robert; Koop, C Everett (2001). Dr. Folkman's War: Angiogenesis and the Struggle to Defeat Cancer. New York: Random House. ISBN 978-0-375-50244-6.
  11. Trafton, Anne (18 de dezembro de 2019). «Storing medical information below the skin's surface». MIT News 
  12. Jaklenec, Ana; McHugh, Kevin J.; Langer, Robert S. «Microneedle tattoo patches and use thereof» (US20190015650A1). US Patent and Trademark Office 
  13. a b «Robert S. Langer». Science History Institute. Junho de 2016. Consultado em 20 de março de 2018 
  14. Freed, Lisa E.; Vunjak-Novakovic, Gordana; Biron, Robert J.; Eagles, Dana B.; Lesnoy, Daniel C.; Barlow, Sandra K.; Langer, Robert (julho de 1994). «Biodegradable Polymer Scaffolds for Tissue Engineering». Bio/Technology. 12 (7): 689–693. PMID 7764913. doi:10.1038/nbt0794-689 
  15. Vacanti, Joseph P; Langer, Robert (julho de 1999). «Tissue engineering: the design and fabrication of living replacement devices for surgical reconstruction and transplantation». The Lancet. 354: S32–S34. PMID 10437854. doi:10.1016/s0140-6736(99)90247-7. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  16. Schilling, David Russell (15 de fevereiro de 2013). «Langer Profile. Engineering Synthetic Skin». Industry Tap into News. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  17. Levenberg, S; Rouwkema, J; MacDonald, M; Garfein, ES; Kohane, DS; Darland, DC; Marini, R; Van Blitterswijk, CA; et al. (2005). «Engineering vascularized skeletal muscle tissue». Nature Biotechnology. 23 (7): 879–84. PMID 15965465. doi:10.1038/nbt1109 
  18. Niklason, LE; Gao, J; Abbott, WM; Hirschi, KK; Houser, S; Marini, R; Langer, R (1999). «Functional arteries grown in vitro». Science. 284 (5413): 489–93. Bibcode:1999Sci...284..489N. PMID 10205057. doi:10.1126/science.284.5413.489 
  19. «New pill can deliver insulin». MIT News. Consultado em 21 de março de 2019 
  20. «Researchers develop a drug capsule that could be used to deliver oral doses of insulin». TechGenYZ (em inglês). 9 de fevereiro de 2019. Consultado em 21 de março de 2019 
  21. «Potential diabetes treatment advances». Harvard Gazette (em inglês). 25 de janeiro de 2016. Consultado em 21 de março de 2019 
  22. Anderson, Daniel G.; Langer, Robert; Melton, Douglas A.; Weir, Gordon C.; Greiner, Dale L.; Oberholzer, Jose; Hollister-Lock, Jennifer; Bochenek, Matthew A.; McGarrigle, James J. (25 de janeiro de 2016). «Long-term glycemic control using polymer-encapsulated human stem cell–derived beta cells in immune-competent mice». Nature Medicine (em inglês). 22 (3): 306–311. ISSN 1546-170X. PMC 4825868Acessível livremente. PMID 26808346. doi:10.1038/nm.4030 
  23. Schaffer, Amanda. «Engineering Drug Delivery and Tissue Growth». MIT Technology Review (em inglês). Consultado em 21 de março de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Jan Achenbach e Tobin Marks
Medalha Nacional de Ciências - Engenharia
2006
Sucedido por
David Wineland