James Patrick Allison

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
James Patrick Allison Medalha Nobel
James P. Allison (2015)
Nascimento 7 de agosto de 1948 (73 anos)
Alice, Texas
Nacionalidade norte-americano
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade do Texas em Austin
Ocupação imunologista, professor(a) universitário(a), médico
Prêmios Prêmio William B. Coley (2005), Prêmio Gabbay (2011), Prêmio Louisa Gross Horwitz (2014), Prêmio Harvey (2014), Prêmio Internacional da Fundação Gairdner (2014), Breakthrough Prize in Life Sciences (2014), Prêmio Tang (2014), Prêmio Passano (2015), Prêmio Wolf de Medicina (2017), Nobel da Fisiologia ou Medicina (2018)[1]
Empregador The University of Texas MD Anderson Cancer Center, Scripps Research, Universidade da Califórnia em Berkeley, Universidade da Califórnia em São Francisco, The University of Texas MD Anderson Cancer Center, Memorial Sloan Kettering Cancer Center
Campo(s) imunologia
Página oficial
https://faculty.mdanderson.org/profiles/james_allison.html

James Patrick Allison (Alice, Texas, 7 de agosto de 1948) é um imunologista estadunidense.

Foi distinguido com o Nobel da Fisiologia ou Medicina de 2018, prémio partilhado com Tasuku Honjo, por descobertas relacionadas com o papel do sistema imunitário na luta contra o cancro.[1]

Referências

  1. a b «nvestigação sobre imunoterapia para o cancro vence Prémio Nobel da Medicina». 1 de outubro de 2018. Consultado em 1 de outubro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Jeffrey C. Hall, Michael Warren Young e Michael Rosbash
Nobel de Fisiologia ou Medicina
2018
com Tasuku Honjo
Sucedido por
William Kaelin Jr., Peter J. Ratcliffe e Gregg L. Semenza


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.