Tasuku Honjo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tasuku Honjo Medalha Nobel
Nascimento 27 de janeiro de 1942 (76 anos)
Quioto
Nacionalidade japonês
Alma mater Universidade de Quioto
Prêmios Prêmio Imperial da Academia do Japão (1996), Prêmio Robert Koch (2012), Prêmio Tang (2014)[1], Nobel da Fisiologia ou Medicina (2018)[2]
Orientador(es) Yasutomi Nishizuka, Osamu Hayaishi
Instituições Universidade de Quioto
Campo(s) Imunologia

Tasuku Honjo (Quioto, 27 de janeiro de 1942) é um imunologista japonês, conhecido por suas descobertas da ativação induzida pela cytidine deaminase, essencial para comutação de classe de imunoglobulina e hipermutação somática.[3] É também conhecido por sua identificação molecular das citocinas: Interleucina 4 e Interleucina 5,[4] e também pela identificação da PD-1.[5]

Venceu o Nobel da Fisiologia ou Medicina de 2018, prémio partilhado com James P. Allison, por descobertas relacionadas com o papel do sistema imunitário na luta contra o cancro[2]

Referências

  1. Tang Prize 2014
  2. a b «nvestigação sobre imunoterapia para o cancro vence Prémio Nobel da Medicina». 1 de outubro de 2018. Consultado em 1 de outubro de 2018. 
  3. Robert Koch Foundation confers award on Professors Honjo and Wimmer
  4. Kumanogoh, A; Ogata, M (2010). «The study of cytokines by Japanese researchers: A historical perspective». International Immunology. 22 (5): 341–5. PMID 20338911. doi:10.1093/intimm/dxq022 
  5. Ishida, Y; Agata, Y; Shibahara, K; Honjo, T (1992). «Induced expression of PD-1, a novel member of the immunoglobulin gene superfamily, upon programmed cell death». The EMBO Journal. 11 (11): 3887–95. PMC 556898Acessível livremente. PMID 1396582 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Jeffrey C. Hall, Michael Warren Young e Michael Rosbash
Nobel de Fisiologia ou Medicina
2018
com James P. Allison
Sucedido por