Meir Wilchek

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Meir Wilchek
Nascimento 17 de outubro de 1935 (83 anos)
Varsóvia
Nacionalidade  Israelense
Alma mater Instituto Weizmann de Ciência
Prêmios Prêmio Wolf de Medicina (1987)
Instituições Instituto Weizmann de Ciência
Campo(s) Bioquímica

Meir Wilchek (Varsóvia, 17 de outubro de 1935) é um bioquímico israelense.

Wilchek escapou do holocausto pela Sibéria para a Alemanha e chegou em 1949 com sua mãe e sua irmã em Israel. Seu pai morreu no Campo de concentração de Flossenbürg. Após o serviço militar na Força Aérea Israelense, estudou química e física na Universidade Bar-Ilan, com bacharelato em 1960, obtendo um doutorado em 1963 no Instituto Weizmann de Ciência, ao mesmo tempo que foi químico chefe na Yeda Research and Development Company, em Rehovot). É professor do Instituto Weizmann de Ciência, onde foi decano da Faculdade de Biofísica e Bioquímica.

Wilchek é conhecido pelo desenvolvimento da cromatografia de afinidades e suas aplicações.

Recebeu em 1987 o Prêmio Wolf de Medicina com Pedro Cuatrecasas. Em 1990 recebeu o Prêmio Israel. É membro da Academia de Ciências e Humanidades de Israel e da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos. Em 2004 recebeu a Medalha Wilhelm Exner e em 2005 o Prêmio Emet.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um bioquímico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.