Huda Zoghbi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Huda Zoghbi
Nascimento junho de 1955 (64 anos)
Beirute
Prêmios Prêmio E. Mead Johnson (1996), Prêmio Neuroplasticidade (2004), Prêmio Perl-UNC (2007), Prêmio Gruber de Neurociência (2011), Prêmio Dickson de Medicina (2013), Prêmio Pearl Meister Greengard (2013), Prêmio March of Dimes de Biologia do Desenvolvimento (2014), Prêmio Shaw (2016), Breakthrough Prize in Life Sciences (2017)
Campo(s) Medicina

Huda Y. Zoghbi (Beirute, junho de 1955) é uma médica nascida no Líbano que trabalha nos Estados Unidos.[1]

Nasceu em junho de 1955[2] em Beirute e entrou na Escola de Medicina da American University of Beirut em 1975. A Guerra Civil Libanesa começou durante seu anos de escola, sendo Huda e seu irmão mandados pela família, por segurança, residir com uma irmã no Texas. Quando Huda foi proibida de retornar ao Líbano, foi admitida no Meharry Medical College em Nashville, Tennessee.[3]

Sua residência médica em pediatria neurológica despertou sua atenção para a síndrome de Rett, aprendendo genética molecular com Arthur Beaudet, a fim de pesquisar sobre as desordens de Rett e outras doenças neurológico-genéticas. Trabalha no Baylor College of Medicine em Houston, Texas, sendo afiliada ao Howard Hughes Medical Institute.[3]

Huda conheceu William Zoghbi quando ambos eram estudantes de medicina em Beirute, tendo eles casado depois. William Zoghbi é professor de cardiologia em Baylor.[3]

Referências

  1. PMID 16492741 (PubMed)
  2. Silverthorne, Elizabeth; Fulgham, Geneva (1997). Women Pioneers in Texas Medicine. [S.l.]: Texas A & M University Press. p. 188. ISBN 978-0-89096-789-8 
  3. a b c Dreifus, Claudia (22 de março de 2005). «Researchers Toil With Genes on the Fringe of a Cure». The New York Times 


Ícone de esboço Este artigo sobre um médico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.