Donald James Cram

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Donald James Cram Medalha Nobel
Nascimento 22 de abril de 1919
Condado de Windsor
Morte 17 de junho de 2001 (82 anos)
Palm Desert
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Alma mater Rollins College
Prêmios Prêmio Arthur C. Cope (1974), Prêmio Roger Adams (1985), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1987), Medalha Glenn T. Seaborg (1989), Prêmio em Ciências Químicas NAS (1992), Medalha Nacional de Ciências (1993)
Orientador(es) Louis Fieser
Instituições Universidade da Califórnia em Los Angeles, Merck Sharp and Dohme, Instituto de Tecnologia de Massachusetts
Campo(s) Química, química orgânica

Donald James Cram (Condado de Windsor, 22 de abril de 1919Palm Desert, 17 de junho de 2001) foi um químico estadunidense.

Conjuntamente com Jean-Marie Lehn e Charles J. Pedersen, foi laureado com o Nobel de Química de 1987 devido ao seu desenvolvimento e utilização de moléculas com interacções de estrutura específica de elevada selectividade[1].

Referências

  1. «Chemistry Laureates: Fields». www.nobelprize.org. Consultado em 10 de agosto de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Dudley Robert Herschbach, Yuan Lee e John Charles Polanyi
Nobel de Química
1987
com Jean-Marie Lehn e Charles J. Pedersen
Sucedido por
Johann Deisenhofer, Robert Huber e Hartmut Michel


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.