Hideki Shirakawa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hideki Shirakawa Medalha Nobel
Nascimento 20 de agosto de 1936 (82 anos)
Tóquio
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Química (2000)
Campo(s) Química, físico-química

Hideki Shirakawa (白川 英樹, Shirakawa Hideki?) (Tóquio, 20 de agosto de 1936) é um químico japonês.

Doutor em química pelo "Instituto Tecnológico de Tókio" em 1966. Neste mesmo ano ocupou o cargo de professor associado no "Instituto de Ciências dos Materiais" na Universidade de Tsukuba (Japão). Desde 1982 é professor numerário dessa instituição, atualmente com a cátedra de professor emérito. As pesquisas no campo dos polímeros, especialmente do acetileno, o levaram a descoberta, quando ocupava o cargo de pesquisador no laboratório de química do "Instituto Tecnológico de Tokio", das propriedades condutoras deste material ao ser contaminado com traços de outras substâncias.

As descobertas de Shirakawa interesaram o químico neozelandês Alan G MacDiarmid e o físico norte-americano Alan J Heeger, com os quais iniciou uma frutífera relação científica e investigativa que resultou na publicação conjunta do artigo "Síntese de polímeros orgânicos condutores derivados halogenados do poliacetileno ( CH )n", no prestigioso "Journal of Chemical Society" no verão de 1977.

Em reconhecimento a sua descoberta das propriedades eletrocondutoras de alguns derivados do poliacetileno recebeu o Nobel de Química de 2000, galardão que compartilhou com seus companheiros de pesquisa Alan Heeger e Alan MacDiarmid.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Ahmed Zewail
Nobel de Química
2000
com Alan Heeger e Alan MacDiarmid
Sucedido por
William Standish Knowles, Ryoji Noyori e Barry Sharpless


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.