Kurt Wüthrich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Kurt Wüthrich
Conhecido(a) por RMN de proteínas
Nascimento 4 de outubro de 1938 (83 anos)
Aarberg, Berna
Nacionalidade Suíço
Alma mater Universidade de Berna, Universidade de Basileia
Prêmios Prêmio Kyoto (1998), Medalha Otto Warburg (1999), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (2002)
Orientador(es)(as) Silvio Fallab
Instituições Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, Scripps Research Institute
Campo(s) Química

Kurt Wüthrich (Aarberg, 4 de outubro de 1938) é um químico e biofísico suíço. Conjuntamente com John Fenn e Koichi Tanaka, foi agraciado com o Nobel de Química de 2002, conhecido por desenvolver métodos nucleares de ressonância magnética nuclear (RMN) pelo estudo de macromoléculas biológicas.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Após seu PhD, Wüthrich continuou a pesquisa de pós-doutorado com Fallab por um curto período antes de sair para trabalhar na Universidade da Califórnia, Berkeley, por dois anos, a partir de 1965, com Robert E. Connick. Em seguida, trabalhou com Robert G. Shulman no Bell Telephone Laboratories em Murray Hill, Nova Jersey, de 1967 a 1969.

Wüthrich voltou para a Suíça, para Zurique, em 1969, onde começou sua carreira na ETH Zürich , chegando a professor de Biofísica em 1980. Atualmente mantém um laboratório na ETH Zürich, no The Scripps Research Institute, em La Jolla, Califórnia e no iHuman Institute of ShanghaiTech University. Ele também foi professor visitante na Universidade de Edimburgo (1997–2000), na Universidade Chinesa de Hong Kong (onde foi Professor Honorário) e na Universidade Yonsei.

Durante seu período de pós-doutorado em Berkeley, ele começou a trabalhar com a técnica recentemente desenvolvida e relacionada de espectroscopia de ressonância magnética nuclear para estudar a hidratação de complexos metálicos. Quando Wüthrich se juntou ao Bell Labs, ele foi colocado no comando de um dos primeiros supercondutores Espectrômetros de NMR, e começou a estudar a estrutura e dinâmica das proteínas. Ele tem seguido essa linha de pesquisa desde então.

Depois de retornar à Suíça, Wüthrich colaborou com, entre outros, o Prêmio Nobel Richard R. Ernst no desenvolvimento dos primeiros experimentos de RMN bidimensionais e estabeleceu o efeito nuclear Overhauser como uma maneira conveniente de medir distâncias dentro das proteínas. Essa pesquisa mais tarde levou à atribuição completa de ressonâncias para, entre outros, o inibidor de tripsina pancreática bovina e o glucagon.[1][2][3]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
William Standish Knowles, Ryoji Noyori e Barry Sharpless
Nobel de Química
2002
com John Fenn e Koichi Tanaka
Sucedido por
Peter Agre e Roderick MacKinnon
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.