Akira Yoshino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Akira Yoshino Medalha Nobel
Nascimento 30 de janeiro de 1948 (71 anos)
Osaka
Nacionalidade japonês
Cidadania Japão
Alma mater Universidade de Quioto
Ocupação químico, engenheiro
Prêmios Medalha por Tecnologias Ambientais e de Segurança IEEE (2012)
Prêmio Charles Stark Draper (2014)
Prêmio Japão (2018)
Nobel de Química (2019)
Página oficial
https://www.asahi-kasei.co.jp/asahi/en/r_and_d/interview/yoshino/profile.html
Instituições Asahi Kasei, Universidade Meijo
Campo(s) eletroquímica

Akira Yoshino (em japonês: 吉野 彰; Osaka, 30 de janeiro de 1948) é um químico japonês. Recebeu o Nobel de Química de 2019, juntamente com John Bannister Goodenough e Michael Stanley Whittingham, pelo desenvolvimento das baterias de ions de lítio.[1]

É membro da corporação Asahi Kasei e professor da Universidade Meijo

Lithium-ion battery
Lithium-ion battery[2]

Reconhecimentos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The Nobel Prize in Chemistry 2019 em kva.se
  2. Qi, Zhaoxiang; Koenig, Gary M. (2017). «Review Article: Flow battery systems with solid electroactive materials». Journal of Vacuum Science & Technology B, Nanotechnology and Microelectronics: Materials, Processing, Measurement, and Phenomena. 35 (4). 040801 páginas. doi:10.1116/1.4983210 
  3. IEEE Medal for Environmental and Safety Technologies Recipients, John Bannister Goodenough e Rachid Yazami foram premiados juntamente.
  4. «UT Austin's John B. Goodenough Wins Engineering's Highest Honor for Pioneering Lithium-Ion Battery». 6 de janeiro de 2014. Consultado em 9 de outubro de 2019. Cópia arquivada em 14 de maio de 2016 
  5. Lee, Bruce Y. «10 Lessons On How To Innovate From This Year's Japan Prize Winners» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Frances Arnold, George P. Smith e Gregory Winter
Nobel de Química
2019
com John Bannister Goodenough e Michael Stanley Whittingham
Sucedido por