Jaroslav Heyrovský

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jaroslav Heyrovský Medalha Nobel
Nascimento Jaroslav Viktor Leopold Heyrovský
20 de dezembro de 1890
Praga
Morte 27 de março de 1967 (76 anos)
Cambridge
Sepultamento Cemitério Vyšehrad
Nacionalidade (t)checo
Cidadania Checoslováquia
Progenitores
  • Leopold Heyrovský
Filho(s) Michael Heyrovský
Irmão(s) Leopold Heyrovský
Alma mater
Ocupação químico, físico, inventor, professor
Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1959)
Empregador Universidade Carolina
Campo(s) química analítica

Jaroslav Heyrovský (Praga, 20 de dezembro de 1890 — Praga, 27 de março de 1967) foi um químico e inventor da Checoslováquia. Heyrovský foi o inventor do métodos polarográficos,[1] pai do método eletroanalítico e ganhador do Prêmio Nobel de Química em 1959 por sua descoberta e desenvolvimento dos métodos polarográficos de análise.[2] Seu principal campo de trabalho foi a polarografia.[3][4][5][6][7]

Vida e trabalho[editar | editar código-fonte]

Jaroslav Heyrovský nasceu em Praga em 20 de dezembro de 1890, o quinto filho de Leopold Heyrovský, Professor de Direito Romano na Universidade Charles em Praga, e sua esposa Clara, nascida Hanl von Kirchtreu. Ele obteve sua educação inicial na escola secundária até 1909, quando começou seus estudos de química, física e matemática na Universidade Charles em Praga. De 1910 a 1914, ele continuou seus estudos na University College London, com os professores Sir William Ramsay, W.C. McC. Lewis e Frederick G. Donnan. Ele estava particularmente interessado em trabalhar com o professor Donnan, em eletroquímica.

Durante a Primeira Guerra Mundial, Heyrovský trabalhou em um hospital militar como químico dispensador e radiologista, o que lhe permitiu continuar seus estudos e fazer o doutorado e licenciatura em Praga em 1918 e em Londres em 1921.

Heyrovský iniciou sua carreira universitária como assistente do Professor B. Brauner no Instituto de Química Analítica da Universidade Charles, em Praga; ele foi promovido a Professor Associado em 1922 e em 1926 ele se tornou o primeiro Professor de Físico-Química da Universidade.

A invenção do método polarográfico por Heyrovský data de 1922 e ele concentrou toda a sua atividade científica no desenvolvimento deste novo ramo da eletroquímica. Ele formou uma escola de polarógrafos tchecos na universidade e ele próprio esteve na vanguarda da pesquisa polarográfica. Em 1950, Heyrovský foi nomeado Diretor do Instituto Polarográfico recém-criado, que desde 1952 foi incorporado à Academia de Ciências da Tchecoslováquia.

Em 1926, o professor Heyrovský casou-se com Marie (Mary) Koranová, e o casal teve dois filhos, uma filha, Jitka, e um filho, Michael.

Jaroslav Heyrovský morreu em 27 de março de 1967. Ele foi enterrado no cemitério de Vyšehrad em Praga.

Referências

  1. «Chemistry Laureates: Fields». www.nobelprize.org. Consultado em 9 de agosto de 2018 
  2. "The Nobel Prize in Chemistry 1959". Nobelprize.org. Nobel Media AB 2014. Web. 2 Feb 2017.
  3. L. R. Sherman. «Jaroslav Heyrovský (1890 – 1967)». Chemistry in Britain: 1165–1167 
  4. Calascibetta, F. (1997). «Chemistry in Czechoslovakia between 1919 and 1939: J. Heyrovský and the Prague Polarographic School». Centaurus. 39 (4): 368–381. Bibcode:1997Cent...39..368C. doi:10.1111/j.1600-0498.1997.tb00043.x 
  5. Zuman, P. (2001). «Electrolysis with a Dropping Mercury Electrode: J. Heyrovsky's Contribution to Electrochemistry». Critical Reviews in Analytical Chemistry. 31 (4): 281–289. doi:10.1080/20014091076767 
  6. Barek, J. Í.; Fogg, A. G.; Muck, A.; Zima, J. Í. (2001). «Polarography and Voltammetry at Mercury Electrodes». Critical Reviews in Analytical Chemistry. 31 (4). 291 páginas. doi:10.1080/20014091076776 
  7. Barek, J. Í.; Zima, J. Í. (2003). «Eighty Years of Polarography - History and Future». Electroanalysis. 15 (5–6). 467 páginas. doi:10.1002/elan.200390055 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Frederick Sanger
Nobel de Química
1959
Sucedido por
Willard Frank Libby


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.