Alexander Todd

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Alexander R. Todd)
Alexander Todd Medalha Nobel
Nascimento 2 de outubro de 1907
Glasgow
Morte 10 de janeiro de 1997 (89 anos)
Cambridge
Nacionalidade britânico
Cidadania Reino Unido
Alma mater
Ocupação químico, político, bioquímico, professor universitário, físico
Prêmios Medalha e Prêmio Meldola (1936)
Medalha Lavoisier (SCF) (1948)
Medalha Davy (1949)
Medalha Real (1955)], Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1957)
Tercentenary Lectures (1960)
Medalha de Ouro Paul Karrer (1962)
Medalha de Ouro Stanislao Cannizzaro (1962)
Medalha Copley (1970)
Medalha de Ouro Lomonossov (1978)
Empregador Universidade de Manchester, Universidade de Londres, Universidade de Cambridge, Universidade de Hertfordshire, Universidade de Edimburgo, Universidade Victoria de Manchester
Campo(s) Bioquímica
Título barão, Knight Bachelor

Alexander Robertus Todd, Barão Todd (Glasgow, 2 de outubro de 1907Cambridge, 10 de janeiro de 1997) foi um químico britânico. Foi agraciado com o Nobel de Química de 1957, em reconhecimento a suas pesquisas sobre a estrutura e síntese de nucleotídeos, nucleosídeos e coenzimas.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Todd ocupou cargos no Lister Institute, na University of Edinburgh (equipe, 1934–1936) e na University of London, onde foi nomeado Reader in Bioquímica.

Em 1938, Alexander Todd passou seis meses como professor visitante no California Institute of Technology, eventualmente recusando uma oferta de um cargo de professor. Todd tornou-se Sir Samuel Hall Chair of Chemistry e Director dos Chemical Laboratories da University of Manchester em 1938, onde começou a trabalhar com nucleosídeos, compostos que formam as unidades estruturais dos ácidos nucleicos (DNA e RNA).[1][2]

Em 1944, ele foi nomeado para a cadeira de Química de 1702 na Universidade de Cambridge, que ocupou até sua aposentadoria em 1971. Em 1949, ele sintetizou trifosfato de adenosina (ATP) e dinucleotído de flavina adenina (FAD). Todd serviu como professor visitante na Universidade de Chicago no outono de 1948 e na Universidade de Sydney em 1950.[1][3][4][5][6]

Em 1955, ele ajudou a elucidar a estrutura da vitamina B12, embora a fórmula final e a estrutura definitiva tenham sido determinadas por Dorothy Hodgkin e sua equipe, e mais tarde trabalhou na estrutura e síntese da vitamina B1 e da vitamina E, as antocianinas (os pigmentos de flores e frutos) de insetos (pulgões, besouros) e estudou alcalóides encontrados no haxixe e na maconha. Ele atuou como presidente do comitê consultivo do governo do Reino Unido sobre política científica de 1952 a 1964.

Ele foi eleito Fellow do Christ's College, Cambridge em 1944 e foi Mestre de 1963 a 1978. Ele se tornou Chanceler da University of Strathcly de em 1975 e professor visitante na Hatfield Polytechnic (1978-1986). Entre suas muitas honras, incluindo mais de 40 títulos honorários, ele foi eleito Fellow da Royal Society em 1942, foi presidente da Royal Society de 1975 a 1980 e tornou-se membro da Ordem do Mérito em 1977.[7]

Em 1981, Todd tornou-se membro fundador do Conselho Cultural Mundial.

Ele morreu em Cambridge em 10 de janeiro de 1997 após um ataque cardíaco.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Todd, Alexander (1983), A time to remember: the autobiography of a chemist, Cambridge University Press 

Prémios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Lord Todd – Biographical». www.nobelprize.org. Consultado em 27 de janeiro de 2018 
  2. Kay, Lily E. (3 de dezembro de 1992). The Molecular Vision of Life: Caltech, the Rockefeller Foundation, and the Rise of the New Biology (em inglês). [S.l.]: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-028161-8 
  3. Conn, Eric E. (2008). «Our Work with Cyanogenic Plants». Annual Review of Plant Biology. 59: 1–19. PMID 17988213. doi:10.1146/annurev.arplant.59.032607.092924 
  4. «ChemNEWS (FACULTY OF SCIENCE)» (PDF). The University of Sydney [ligação inativa]
  5. Archer, Mary D.; Haley, Christopher D. (2005), The 1702 chair of chemistry at Cambridge: transformation and change, ISBN 0-521-82873-2, Cambridge University Press , Chapter 9: Alexander Todd, p 233
  6. Todd, Alexander (17 de novembro de 1983). A Time to Remember: The Autobiography of a Chemist. [S.l.]: Cambridge University Press. 110 páginas. ISBN 0-521-25593-7 
  7. «No. 47362». The London Gazette. 28 de outubro de 1977. p. 13613 
  8. «Meldola Medal and Prize» (em inglês). Royal Society of Chemistry. Consultado em 1 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 3 de março de 2016 
  9. «Médaille Lavoisier» (em francês). Société chimique de France. Consultado em 26 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 26 de novembro de 2016 
  10. «Award winners : Davy Medal» (em inglês). The Royal Society. Consultado em 15 de dezembro de 2015 
  11. «Award winners : Royal Medal» (em inglês). The Royal Society. Consultado em 11 de dezembro de 2015 
  12. «All Nobel Prizes in Chemistry» (em inglês). 2016. Consultado em 5 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 5 de outubro de 2017 
  13. «Award winners : Tercentenary Lectures» (em inglês). Royal Society. Consultado em 1 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2017 
  14. «Paul Karrer Lecture / List of Recipients» (em inglês). University of Zurich. Consultado em 1 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2016 
  15. «Medaglia d'oro Stanislao Cannizzaro / Elenco dei Vincitori» (em inglês). Società chimica italiana. Consultado em 1 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 12 de abril de 2016 
  16. «Award winners : Copley Medal» (em inglês). The Royal Society. Consultado em 11 de dezembro de 2015 
  17. «lista de premiados com Medalha de Ouro Lomonossov» (em russo). Academia de Ciências da Rússia. Consultado em 26 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Hans Krebs e John Cockcroft
Medalha Real
1955
com Vincent Wigglesworth
Sucedido por
Owen Thomas Jones e Dorothy Crowfoot Hodgkin
Precedido por
Cyril Norman Hinshelwood e Nikolay Semyonov
Nobel de Química
1957
Sucedido por
Frederick Sanger
Precedido por
Peter Brian Medawar
Medalha Copley
1970
Sucedido por
Norman Pirie
Precedido por
Alan Hodgkin
Presidentes da Royal Society
1975 — 1980
Sucedido por
Andrew Huxley