Hugh Huxley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Hugh Huxley
Nascimento 25 de fevereiro de 1924 (98 anos)
Nacionalidade britânico
Prêmios Medalha Real (1977), Medalha E.B. Wilson (1983), Albert Einstein World Award of Science (1987), Medalha Franklin (1990), Medalha Copley (1997)
Campo(s) biologia molecular

Hugh Esmor Huxley FRS (25 de fevereiro de 1924) é um biólogo britânico. Fez importantes descobertas na fisiologia do músculo.

Vida[editar | editar código-fonte]

Ele era graduado em física pelo Christ's College, Cambridge. No entanto, sua educação foi interrompida por cinco anos pela Segunda Guerra Mundial, durante a qual serviu na Força Aérea Real. Sua contribuição para o desenvolvimento do radar lhe rendeu um MBE.[1][2][3][4][5][6]

Huxley foi o primeiro aluno de doutorado do Laboratório de Biologia Molecular do Conselho de Pesquisa Médica de Cambridge, onde trabalhou em estudos de difração de raios X em fibras musculares. Na década de 1950, ele foi um dos primeiros a usar a microscopia eletrônica para estudar espécimes biológicos. Durante seu pós-doutorado no Massachusetts Institute of Technology, ele, com o colega pesquisador Jean Hanson, descobriu o princípio subjacente do movimento muscular, popularizado como a teoria dos filamentos deslizantes em 1954. Após 15 anos de pesquisa, ele propôs a "hipótese da ponte cruzada oscilante" em 1969, que se tornou a compreensão moderna da base molecular da contração muscular e de muitas outras motilidades celulares.[7][8]

Huxley trabalhou na University College London por sete anos e no Laboratory of Molecular Biology por quinze anos, onde foi vice-diretor desde 1979. Entre 1987 e 1997, foi professor na Brandeis University em Massachusetts, onde passou o resto de sua vida como professor emérito.

Livros[editar | editar código-fonte]

  • John Finch; 'A Nobel Fellow On Every Floor', Medical Research Council 2008, 381 pp, ISBN 978-1840469-40-0; this book is all about the MRC Laboratory of Molecular Biology, Cambridge.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Holmes, K. C. (2013). «Hugh Esmor Huxley (1924-2013)». Proceedings of the National Academy of Sciences USA. 110 (46): 18344–18345. Bibcode:2013PNAS..11018344H. PMC 3832017Acessível livremente. PMID 24173032. doi:10.1073/pnas.1318966110Acessível livremente 
  2. «Professor Hugh Esmor Huxley MBE FRS | Christs College Cambridge». Christs.cam.ac.uk. 25 de julho de 2013. Cópia arquivada em 16 de setembro de 2013 
  3. The Official Site of Louisa Gross Horwitz Prize
  4. Hugh Huxley, editor "Memories and Consequences: Visiting Scientists at the MRC Laboratory of Molecular Biology, Cambridge", Medical Research Council, 2013, ISBN 978-184831-646-1. This book is collection of 41 essays by some of the many visiting scientists to the MRC LMB in Cambridge, England, during the period 1957-1986.
  5. John Finch; 'A Nobel Fellow On Every Floor', Medical Research Council 2008, 381 pp, ISBN 978-1-84046-940-0; this book is all about the MRC Laboratory of Molecular Biology, Cambridge.
  6. Weeds, Alan (2013). «Hugh Huxley (1924–2013)». Nature. 500 (7464). 530 páginas. Bibcode:2013Natur.500..530W. PMID 23985864. doi:10.1038/500530aAcessível livremente 
  7. Weber, A (2002). «Hugh E. Huxley: birth of the filament sliding model of muscle contraction». Trends in Cell Biology. 12 (5): 243–245. PMID 12062173. doi:10.1016/S0962-8924(02)02270-5 
  8. Pollard, Thomas D.; Goldman, Yale E. (2013). «Remembrance of Hugh E. Huxley, a founder of our field». Cytoskeleton. 70 (9): 471–475. PMID 24106169. doi:10.1002/cm.21141Acessível livremente 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Alan Walsh, James Learmonth Gowans e John Cornforth
Medalha Real
1977
com John Adams e Peter Hirsch
Sucedido por
Tom Kilburn, Roderic Alfred Gregory e Abdus Salam
Precedido por
Donald Knuth
Medalha Franklin
1990
com David Turnbull
Sucedido por
Frederick Reines
Precedido por
Alan Cottrell
Medalha Copley
1997
Sucedido por
Michael James Lighthill


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) biólogo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.