Raymond Lyttleton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Raymond Lyttleton
Nascimento 7 de maio de 1911
Oldbury
Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda
Morte 6 de maio de 1995 (83 anos)
Nacionalidade Britânico
Prêmios Medalha de Ouro da RAS (1959)
Medalha Real (1965)
Campo(s) Astronomia

Raymond Arthur Lyttleton FRS[1] (Oldbury, 7 de maio de 191116 de maio de 1995) foi um matemático e astrônomo teórico britânico.

Nasceu em Oldbury, área de Worcestershire, e foi educado no King Edward VI Five Ways, seguindo depois para o Clare College, Cambridge, para estudar matemática, graduando-se em 1933. Foi eleito fellow do St John's College (Cambridge) em 1937 e indicado lecturer em matemática no mesmo ano (até 1959). Foi reader de astronomia teórica de 1959 a 1969, sendo depois para ele criada uma cátedra sobre o assunto.[2]

Foi eleito Membro da Royal Society em 1955[1], com a citação: "Destacado por seu trabalho em astronomia. Autor de diversos artigos sobre a origem e desenvolvimento do sistema solar, e notável por sua modificação da teoria das colisões. Mostrou a partir de trabalhos de Cartan que a fissão de um planeta por rotação geraria dois corpos independentes, e consequentemente que a teoria da fissão de estrelas binárias é insustentável ("The Stability of Rotating Liquid Masses, 1953").

Foi laureado com a Medalha Real de 1965, "em reconhecimento à sua significativa contribuição à astronomia, em particular por seu trabalho sobre a estabilidade dinâmica de galáxias".

Prémios e honrarias[editar | editar código-fonte]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • The Comets and Their Origin (1953)
  • The Stability of Rotating Liquid Masses (1953)
  • The Modern Universe {1956}
  • Rival Theories of Cosmology {1960}
  • Man's View of the Universe (1961)
  • Mysteries of the Solar System (1968),
  • The Earth and its Mountains (1982)
  • The Gold Effect (1990)

Referências

  1. a b «Hermann Bondi e Fred Hoyle: Raymond Arthur Lyttleton. 7 May 1911—16 May 1995. Elected F.R.S. 1955» (em inglês) 
  2. Obituary in the Independent
  3. «Gold Medal Winners» (pdf) (em inglês). Royal Astronomical Society. Consultado em 17 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2017 
  4. «Award winners : Royal Medal» (em inglês). The Royal Society. Consultado em 19 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
André-Louis Danjon
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
1959
Sucedido por
Viktor Ambartsumian
Precedido por
Francis Brambell e Michael James Lighthill
Medalha Real
1965
com Henry Charles Husband e John Kendrew
Sucedido por
Christopher Cockerell, Frank Yates e John Ashworth Ratcliffe


Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo/astrónomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.