Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
A medalha de ouro de Asaph Hall, 1879.
Asaph Hall Gold Medal.jpg
Classificação
País  Reino Unido
Outorgante Royal Astronomical Society
Tipo Científica
Condição Ativa
Histórico
Criação 1824 (193 anos)
Primeira concessão 1824

A Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society é o prêmio científico de maior destaque concedido pela Royal Astronomical Society.

A medalha foi concedida a primeira vez em 1824. Após ser concedida algumas vezes nos anos iniciais, a partir de 1833 foi concedida uma única vez por ano. Em 1846 surgiu um problema, devido à descoberta do planeta Netuno, sendo seus descobridores John Couch Adams e Urbain Le Verrier distinguidos a receber a medalha. A controvérsia foi resolvida em 1848, mediante a concessão de medalhas de reconhecimento a 12 personalidades, dentre as quais os supra citados. A partir de 1849] voltaram a ser premiados no máximo uma personalidade por ano. Adams e Le Verrier receberam suas medalhas de ouro em 1866 e 1868.

Desde 1964 são concedidas até duas medalhas por ano, uma "A" para astronomia, cosmologia, física de astropartículas, cosmofísica e áreas afim, e outra "G" para geofísica, física solar, relações sol-terra e pesquisa de planetas.

A ilustração na medalha mostra junto ao brasão da sociedade o telescópio de 40 pés de William Herschel e seu ditado em latim "QUICQUID NITET NOTANDUM" (algo como "O que sempre surge deve ser ilustrado").

Laureados[editar | editar código-fonte]

Medalha de prata[editar | editar código-fonte]

Em somente duas ocasiões foram concedidas medalhas de prata:

Medalhas de reconhecimento de 1848[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. - «RAS meeting and Community Forum - JENAM 2009 -» Verifique valor |url= (ajuda). Consultado em 23 - April 2009 [ligação inativa]  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. Robert Massey (11 de janeiro de 2017). «RAS honours leading astronomers and geophysicists». Consultado em 16 de janeiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]