George Everest

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
George Everest
Nascimento 4 de julho de 1790
Gwernvale, País de Gales
Morte 1 de dezembro de 1866 (76 anos)
Londres
Nacionalidade País de Gales Galês
Prêmios Medalha de Ouro da RAS (1848)
Campo(s) Geografia, topografia

Coronel Sir George Everest (Gwernvale, País de Gales, 4 de julho de 1790Londres, 1 de dezembro de 1866) foi um geógrafo, engenheiro cartógrafo e topógrafo galês. Ocupou o cargo de Engenheiro Cartógrafo Geral da Índia (Surveyor General of India) entre 1830 e 1843.

Foi o responsável por terminar o grande estudo cartográfico da Índia, ao longo do arco meridiano do sul indiano estendendo-se até o norte do Nepal, cobrindo uma distância de aproximadamente 2400 quilômetros. Este estudo foi iniciado por William Lambton em 1806 e durou diversas décadas até sua conclusão.

O Monte Everest foi nomeado em sua homenagem devido aos seus estudos, por seu sucessor, Andrew Scott Waugh.

Everest nasceu em Gwernvale Manor, perto de Crickhowell, em Powys, País de Gales. Após estudar numa academia militar, em Woolwish, onde se sobressaiu em Matemática, viajou para a Índia em 1806 como um cadete da artilharia. Quando chegou lá foi selecionado por Thomas Stamford Raffles para formar parte do reconhecimento de Java, entre 1814 e 1816.

Em 1818 começou a servir como assistente do Coronel Lambton, que havia dado início às medições trigonométricas do subcontinente em 1806, no chamado Great Trigonometrical Survey (Grande Levantamento Topográfico da Índia). Depois da morte de Lambton em 1823, tornou-se perito superintendente e em 1830 foi nomeado perito geral da Índia.

Retirou-se em 1843, e foi viver na Inglaterra, onde chegou a ser membro da Royal Society. Tornou-se cavalheiro real em 1861 e em 1862 foi eleito vice-presidente da Royal Geographical Society.

Morreu em Greenwich, um distrito de Londres, e foi enterrado em Hove, perto de Brighton.[1] Sua sobrinha, Mary Everest, casou-se com o matemático George Boole.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • John Keay. 2000. The Great Arc. London: Harper Collins. ISBN 0-00-257062-9.
  • J. R. Smith. 1999. Everest – The Man and the Mountain. Caithness: Whittles Publishing. ISBN 1-870325-72-9.