George Phillips Bond

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
George Phillips Bond
Conhecido(a) por Astrofotografia
Nascimento 20 de maio de 1825
Morte 17 de fevereiro de 1865 (39 anos)
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Prêmios Medalha de Ouro da RAS (1865)
Campo(s) Astronomia

George Phillips Bond (20 de maio de 182517 de fevereiro de 1865) foi um astrônomo estadunidense.

Os seus primeiros interesses científicos foram a natureza e as aves, mas após a morte do seu irmão mais velho William Cranch Bond Jr. sentiu-se obrigado a seguir o pai William Cranch Bond no campo da astronomia. Sucedeu-lhe como diretor do Harvard College Observatory entre 1859 e a sua morte. O seu primo era Edward Singleton Holden, primeiro diretor do Observatório Lick.

Bond tirou a primeira fotografia de uma estrela em 1850 (Vega) e de uma estrela dupla em 1857 (Mizar); sugeriu que a fotografia podia ser usada para medir a magnitude aparente de uma estrela, e descobriu numerosos cometas, calculando as suas órbita. Bond também estudou Saturno e a Nebulosa de Órion. Juntamente com o seu pai descobriu a lua de Saturno Hipérion (que também foi independentemente descoberta por William Lassell). Além das suas contribuições para a Astronomia, Bond também cartografou as Montanhas Brancas de Nova Hampshire.

Foi premiado com a Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society in 1865.[1]

Morreu de tuberculose.

Epônimos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Gold Medal Winners» (pdf) (em inglês). Royal Astronomical Society. Consultado em 17 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Friedrich Wilhelm August Argelander
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
1865
Sucedido por
John Couch Adams


Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo/astrónomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.