Geoffrey Burbidge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Geoffrey Burbidge
Nascimento 24 de setembro de 1925
Chipping Norton
Morte 26 de janeiro de 2010 (84 anos)
La Jolla
Nacionalidade inglês
Cidadania Reino Unido, Estados Unidos
Cônjuge Margaret Burbidge
Alma mater
Ocupação astrônomo, astrofísico, físico
Prêmios Prêmio de Astronomia Helen B. Warner (1959), Medalha Bruce (1999), Medalha de Ouro da RAS (2005), Prêmio para Revisão Científica NAS (2007)
Empregador Universidade da Califórnia em San Diego, Laboratório Cavendish, Observatório Monte Wilson, Observatório Palomar, Observatório Nacional de Kitt Peak
Campo(s) astronomia

Geoffrey Ronald Burbidge FRS (24 de setembro de 192526 de janeiro de 2010) foi um astrônomo inglês.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Casou com a astrofísica Margaret Burbidge.[1]

Burbidge morreu em 26 de janeiro de 2010 em La Jolla, Califórnia.[2]

Carreira e pesquisa[editar | editar código-fonte]

Com sua esposa Margaret Burbidge, ele trabalhou na Harvard University, na Universidade de Chicago e na Universidade de Cambridge, antes de Margaret obter trabalho no Instituto de Tecnologia da Califórnia, enquanto Geoffrey trabalhou no Observatório Monte Wilson e Palomar Observatory. Ambos obtiveram cargos na Universidade da Califórnia, San Diego, em 1962. Ele foi o Diretor do Observatório Nacional Kitt Peak de 1978 a 1984.[1] Ele foi o Editor da Annual Review of Astronomy and Astrophysics de 1974 a 2004.[3][4]

B2FH[editar | editar código-fonte]

Em colaboração com o físico americano William Fowler e o astrônomo britânico Fred Hoyle, ele e sua esposa foram co-autores de Synthesis of the Elements in Stars, um artigo fundamental sobre a nucleossíntese estelar publicado em 1957. É comumente referido como o artigo B2FH após as iniciais dos sobrenomes dos quatro autores. O artigo descreve o processo de estrelas queimando elementos mais leves em átomos sucessivamente mais pesados, que são então expulsos para formar outras estruturas no universo, incluindo outras estrelas e planetas.[1]

Cosmologia alternativa[editar | editar código-fonte]

Em seus últimos anos, Burbidge ficou conhecido principalmente por sua cosmologia alternativa "teoria do estado quase estacionário", que contradiz a teoria do Big Bang.[5] De acordo com Burbidge, o universo é oscilatório e, como tal, se expande e se contrai periodicamente ao longo do tempo infinito.

Honrarias[editar | editar código-fonte]

Prêmios

Epônimos

Referências

  1. a b c Overbye, Dennis (7 de fevereiro de 2010). «Geoffrey Burbidge, Who Traced Life to Stardust, Is Dead at 84». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 21 de setembro de 2021 
  2. «Geoffrey Burbidge: Astrophysicist notorious for his rejection of the». The Independent (em inglês). 23 de outubro de 2011. Consultado em 21 de setembro de 2021 
  3. Burbidge, Geoffrey (setembro de 1974). «Preface by The Editor». Annual Review of Astronomy and Astrophysics. 12 (1). doi:10.1146/annurev.aa.12.010174.100001. Consultado em 28 de julho de 2021 
  4. «Preface». Annual Review of Astronomy and Astrophysics (em inglês). 43 (1). 2005. ISSN 0066-4146. doi:10.1146/annurev.aa.43.080505.100001 
  5. Richard Panek (22 de novembro de 2005). «Two Against the Big Bang». Discover magazine 
  6. «Grants, Prizes, and Awards». American Astronomical Society. Consultado em 28 de maio de 2012. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2010 
  7. «The Bruce Medallists: Geoffrey Burbidge». Consultado em 27 de janeiro de 2010 
  8. «NAS Award for Scientific Reviewing». National Academy of Sciences. Consultado em 27 de maio de 2012. Arquivado do original em 18 de março de 2011 
  9. «Academy honors 18 for major contributions to science». 17 de janeiro de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Jeremiah Paul Ostriker e Grenville Turner
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
2005
com Margaret Burbidge e Carole Jordan
Sucedido por
Simon White e Stanley William Herbert Cowley


Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo/astrónomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.