Venkatraman Ramakrishnan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Venki Ramakrishnan Medalha Nobel
Bioquímica e biofísica
Venkatraman Ramakrishnan em 2015.
Dados gerais
Nome de nascimento Venkatraman Ramakrishnan
Nacionalidade Índia Indiano, Estados Unidos estadunidense
Nascimento 1952 (64 anos)
Local Chidambaram, Tamil Nadu
 Índia
Atividade
Campo(s) Bioquímica e biofísica
Prêmio(s) Prêmio Louis-Jeantet de Medicina (2007), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (2009), Padma Vibhushan (2010)

Venkatraman "Venki" Ramakrishnan (Chidambaram, 1952) é um físico indiano naturalizado americano. É o atual presidente da Royal Society, desde 2015.[1]

Trabalha no laboratório de Biologia Molecular em Cambridge, no Reino Unido. Suas pesquisas em relação aos ribossomos a nível atômico, juntamente com Thomas Steitz e Ada Yonath, renderam o Nobel de Química de 2009.[2]

Referências

  1. «Sir Venkatraman Ramakrishnan becomes President of the Royal Society» (em inglês). Somerville University. Consultado em 11 de maio de 2016. 
  2. «Nobel de química é concedido a pesquisadores das funções do ribossomo». G1. 7 de outubro de 2009. Consultado em 11 de maio de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Martin Chalfie, Osamu Shimomura e Roger Tsien
Nobel de Química
2009
com Thomas Steitz e Ada Yonath
Sucedido por
Richard Heck, Ei-ichi Negishi e Akira Suzuki
Precedido por
Paul Nurse
Presidente da Royal Society
2015 – atual
Sucedido por


Ícone de esboço Este artigo sobre um bioquímico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.