Thomas Steitz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Thomas Steitz
Nascimento 23 de agosto de 1940 (76 anos)
Milwaukee, Wisconsin
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Alma mater Lawrence College, Harvard University
Prêmios Medalha Sir Hans Krebs (2000), Prêmio de Medicina Keio (2006), Prêmio Internacional da Fundação Gairdner (2007), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (2009)
Orientador(es) William Lipscomb
Campo(s) Bioquímica e biofísica

Thomas A. Steitz (Milwaukee, 23 de agosto de 1940) é um professor de biofísica molecular e bioquímico estadunidense.

Trabalha no Howard Hughes Medical Institute, Yale University, New Haven, Connecticut, Estados Unidos.

Recebeu o Nobel de Química de 2009, juntamente com Venkatraman Ramakrishnan e Ada Yonath, por pesquisas sobre os ribossomos.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Martin Chalfie, Osamu Shimomura e Roger Tsien
Nobel de Química
2009
com Venkatraman Ramakrishnan e Ada Yonath
Sucedido por
Richard Heck, Ei-ichi Negishi e Akira Suzuki


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.