Tchecos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Checos)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Tchecos
Češi
Vratislaus IICharles IVJan Hus

ComeniusFrantišek PalackýJan Evangelista Purkyně
Miloš Forman Alfons Mucha

Antonín DvořákTGM
População total

10–12 milhões

Regiões com população significativa
 República Checa: 6,732,104[1]
estimativa populacional atual
 Estados Unidos 1,462,000[2]
 Eslováquia 46,000
 Argentina 38,000
 Austrália 21,196[3]
 Áustria 20,000
 Israel 8,000
 Suécia 7,175 (2001)
 Irlanda 5,278[4]
Flag of Spain.svg Espanha 5,622 (2006)
 Rússia 5,000–6,000
 Brasil 5,000[5]
 Países Baixos 3,500
Roménia 3,339 (2002)
 Polónia 3,000
 Sérvia 2,211 (2002)
 Bósnia e Herzegovina 600-1,000[6]
 Bulgária 436
Línguas
Tcheco
Religiões
Sem religião (maioria), Cristianismo (Catolicismo, Protestantismo)[7]
Grupos étnicos relacionados
Eslovacos, poloneses, alemães[8]

Os tchecos ou checos (em tcheco: češi) são um povo eslavo ocidental da Europa Central, vivendo predominantemente na República Tcheca. Pequenas populações de tchecos vivem também na Eslováquia (cerca de 45 mil), Áustria (cerca de 20 mil), Estados Unidos (cerca de 1,26 milhão), Canadá (cerca de 80 mil), Alemanha (cerca de 50 mil), Rússia (cerca de seis mil), Austrália (cerca de 20 mil), Suíça (cerca de 20 mil), Ucrânia (cerca de onze mil), França (cerca de onze mil), Croácia (cerca de onze mil), Israel (cerca de oito mil), Suécia (cerca de sete mil), Bulgária (cerca de oito mil), Reino Unido (cerca de seis mil), Brasil (cerca de cinco mil),[9] além de outros países. Eles falam a língua tcheca, que é muito próxima da eslovaca.

Os tchecos são descendentes de antigas tribos eslavas que habitaram a região da Boêmia a partir do século VI. Eles eram chamados até o começo do século XX de boêmios quando o termo foi gradualmente substituído pelo atual.

Um pequeno número de habitantes da antiga província da Morávia no leste do país se auto-consideram membros da distinta nação moraviana. Eles falam dialetos moravianos da língua tcheca.

Referências

  1. «Tab. 6.2 Obyvatelstvo podle národnosti podle krajů: výsledky podle trvalého bydliště» [Tab. 6.2 Population by nationality by regions: results for permanent residence] (PDF). Czech Statistical Office (CZSO) (em checo). 2011. Arquivado do original (PDF) em 16 de janeiro de 2013 
  2. «2004 survey». United States Bureau of Statistics. Consultado em 14 de novembro de 2014 
  3. 2006 census Data : View by Location
  4. CSO - Statistics: Persons usually resident and present in the State on Census Night, classified by place of birth and age group
  5. Moschella. «Edição 214, Um atalho para a Europa». Editora Globo. Consultado em 31 de janeiro de 2008. Arquivado do original em 3 de julho de 2013 
  6. «Cópia arquivada». Consultado em 13 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 14 de outubro de 2007 
  7. 1-19 Population by denomination and sex: as measured by 1921, 1930, 1950, 1991 and 2001 censuses (PDF), Czech Demographic Handbook 2006.
  8. «Slav (people)»  — Britannica Online Encyclopedia
  9. «Cópia arquivada». Consultado em 22 de maio de 2008. Arquivado do original em 3 de julho de 2013 

Ver também[editar | editar código-fonte]