Vladimir Zworykin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vladimir Zworykin
Conhecido(a) por Televisão
Nascimento 29 de julho de 1888
Murom
Morte 29 de julho de 1982 (94 anos)
Princeton
Nacionalidade Rússia Russo / Estados Unidos Norte-americano
Prêmios Medalha Howard N. Potts (1947) , Medalha de Honra IEEE (1951) , Medalha Faraday (1965) , Medalha Nacional de Ciências (1966) , National Inventors Hall of Fame (1977)
Campo(s) Engenharia

Vladimir Kozmich Zworykin (em russo: Владимир Козьмич Зворыкин; Murom, 29 de setembro de 1888Princeton, 29 de julho de 1982) foi um inventor e engenheiro russo-americano, pioneiro da tecnologia da televisão.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Estudou Engenharia Eletrotécnica em 1912 no Instituto de Tecnologia de São Petersburgo, onde teve a possibilidade de trabalhar nos estudos de projeção de imagens a distância realizadas por Boris Rosing, utilizando os aparelhos de P. G. Nipkow. Depois da láurea, Zworykin foi admitido no Collège de France, onde estudou a tecnologia do raio x sob a orientação de Lengevin. Retornou à Rússia no princípio da Primeira Guerra Mundial, tendo servido ao exército por dois anos como oficial do Corpo de Telecomunicações. Imigrou para os Estados Unidos em 1919 e ano de 1920 foi admitido no Laboratório de pesquisas da Westinghouse para trabalhar em tubos de vácuo e em células fotoelétricas. No ano de 1923, Zworykin voltou a realizar pesquisas e estudos em Física na Universidade de Pittsburgh (pensilvânia), laureando-se no ano de 1926, com uma tese sobre o Desenvolvimento das Células Fotoelétricas.

Em 1924 Zworykin conseguiu patentear o seu iconoscópio, um aparelho que seria essencial para a invenção do televisor. O iconoscópio foi, segundo a explicação de Zworykin, uma reprodução eletrônica do olho humano. Além dessas descobertas, Zworykin colaborou com o matemático John von Neumann num projeto de computador destinado a previsões meteorológicas. [1]

Referências

  1. MARTINS, Jader Benuzzi. A história da eletricidade. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna, 2007, p. 207.


Precedido por
Frederick Terman
Medalha de Honra IEEE
1951
Sucedido por
Walter Ransom Gail Baker