Roger Guillemin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Roger Guillemin Medalha Nobel
Endocrinologia
Naturalidade Estados Unidos norte-americano[1]
Nacionalidade França Francês
Nascimento 11 de Janeiro de 1924 (90 anos)
Local Dijon
Atividade
Campo(s) Endocrinologia
Alma mater Universidade de Montreal, Universidade de Borgonha
Orientado(s) Wylie Vale
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia/Medicina (1977)

Roger Guillemin (Dijon, 11 de Janeiro de 1924) é um endocrinologista francês.

Foi agraciado com a Medalha Nacional de Ciências em 1976, e o Nobel de Fisiologia/Medicina de 1977, por estudos relacionados com vários hormônios produzidos pelo hipotálamo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Completando seu trabalho de graduação na Universidade de Borgonha, Guillemin recebeu seu diploma de M.D. da Faculdade de Medicina em Lyon, em 1949, e foi para Montreal, Quebec, para trabalhar com Hans Selye, no Instituto de Medicina e Cirurgia Experimental na Université de Montréal, onde recebeu um Ph.D. em 1953. No mesmo ano, ele se mudou para os Estados Unidos para se juntar ao corpo docente da Baylor College of Medicine em Houston. Em 1965, ele se tornou um cidadão naturalizado dos Estados Unidos. Em 1970, ajudou a criar o Instituto Salk, em La Jolla, Califórnia, onde trabalhou até a aposentadoria em 1989.[2]

Guillemin e Andrew V. Schally descobriram as estruturas de TRH e GnRH em laboratórios separados. O processo desta descoberta científica no laboratório de Guillemin é o tema de um estudo realizado por Bruno Latour e Steve Woolgar, publicado pela Laboratory Life.[3]

Livros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Schlessinger, Bernard S; Schlessinger, June H.. The who's who of Nobel Prize winners, 1901-1995 (em inglês). [S.l.]: Oryx Press, 1996. p. 133. ISBN 978-0-89774-899-5
  2. Marshall, Bill; Johnston, Cristina. France and the Americas: Culture, Politics, and History. ABC-CLIO, 2005. pp. 546. ISBN 1851094113
  3. Latour, Bruno; Woolgar, Steve (1986). Laboratory Life. Princeton University Press. ISBN 978-0-691-02832-3.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Baruch Blumberg e Daniel Carleton Gajdusek
Nobel de Fisiologia/Medicina
1977
com Andrzej Schally e Rosalyn Yalow
Sucedido por
Werner Arber, Daniel Nathans e Hamilton Smith
Ícone de esboço Este artigo sobre médicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.