Susumu Tonegawa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Susumu Tonegawa
Susumu Tonegawa
Nascimento 6 de setembro de 1939 (82 anos)
Nagoia
Residência Aichi
Nacionalidade japonês
Cidadania Japão
Alma mater Universidade de Quioto, Universidade da Califórnia em San Diego
Ocupação biólogo molecular, imunologista, neurocientista, professor, cientista, médico, químico, geneticista, investigador
Prêmios Prêmio Avery Landsteiner (1981), Prêmio Louisa Gross Horwitz (1982), Prêmio Albert Lasker de Pesquisa Médica Básica (1987), Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (1987)
Empregador Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Instituto Salk, Basel Institute for Immunology, RIKEN

Susumu Tonegawa (利根川 進 Tonegawa Susumu?), (Nagoia, 6 de setembro de 1939) é um cientista japonês.

Foi laureado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1987, por sua contribuição científica na descoberta dos princípios genéticos da geração da diversidade dos anticorpos.[1]

Tonegawa descobriu que certos elementos da massa genética (ADN) podiam transferir-se e reagrupar-se no decurso do desenvolvimento ao passar da célula embrionária ao estado do linfócito B. Demonstrou que cada linfócito é capaz de formar o anticorpo necessário, ou seja, o anticorpo que o organismo necessita em cada momento. Perante uma agressão por um antígeno determinado, se produz uma resposta celular do organismo e produz a recombinação adequada de genes para formar o anticorpo específico contra esse antígeno. Com estas descobertas, Tonegawa chegou a formular a teoria de que a quantidade e qualidade da resposta imunológica está condicionada geneticamente.

Em 1987, recebeu o Prêmio Albert Lasker de Pesquisa Médica Básica.[2]

Publicações selecionadas (em inglês)[editar | editar código-fonte]

  • List of publications by Susumu Tonegawa
  • Tonegawa, S. (1983). Somatic generation of antibody diversity. Nature, 302(5909), 575-581.
  • Gillies, S. D., Morrison, S. L., Oi, V. T., & Tonegawa, S. (1983). A tissue-specific transcription enhancer element is located in the major intron of a rearranged immunoglobulin heavy chain gene. Cell, 33(3), 717-728.
  • Mombaerts, P., Iacomini, J., Johnson, R. S., Herrup, K., Tonegawa, S., & Papaioannou, V. E. (1992). RAG-1-deficient mice have no mature B and T lymphocytes. Cell, 68(5), 869-877.
  • Silva, A. J., Stevens, C. F., Tonegawa, S., & Wang, Y. (1992). Deficient hippocampal long-term potentiation in alpha-calcium-calmodulin kinase II mutant mice. Science, 257(5067), 201-206.
  • Haas, W., Pereira, P., & Tonegawa, S. (1993). Gamma/delta cells. Annual review of immunology, 11(1), 637-685.
  • Tsien, Joe Z.; Huerta, Patricio T.; Tonegawa, Susumu (1996). «The Essential Role of Hippocampal CA1 NMDA Receptor–Dependent Synaptic Plasticity in Spatial Memory». Cell. 87 (7): 1327–1338. PMID 8980238. doi:10.1016/S0092-8674(00)81827-9 
  • Poss, K. D., & Tonegawa, S. (1997). Reduced stress defense in heme oxygenase 1-deficient cells. Proceedings of the National Academy of Sciences, 94(20), 10925-10930.
  • Shen, J., Bronson, R. T., Chen, D. F., Xia, W., Selkoe, D. J., & Tonegawa, S. (1997). Skeletal and CNS defects in Presenilin-1-deficient mice. Cell, 89(4), 629-639.
  • Nakazawa, K., Quirk, M. C., Chitwood, R. A., Watanabe, M., Yeckel, M. F., Sun, L. D., Kato, A., Carr, C.A., Johnston, D., Wilson, M.A., & Tonegawa, S. (2002). Requirement for hippocampal CA3 NMDA receptors in associative memory recall. Science, 297(5579), 211-218.
  • Liu, X., Ramirez, S., Pang, P. T., Puryear, C. B., Govindarajan, A., Deisseroth, K., & Tonegawa, S. (2012). Optogenetic stimulation of a hippocampal engram activates fear memory recall. Nature, 484(7394), 381-385.
  • Ramirez, S., Liu, X., Lin, P. A., Suh, J., Pignatelli, M., Redondo, R. L., Ryan, T.J., & Tonegawa, S. (2013). Creating a false memory in the hippocampus. Science, 341(6144), 387-391.

Referências

  1. «Perfil no sítio oficial do Nobel de Fisiologia ou Medicina 1987» (em inglês) 
  2. «Albert Lasker Basic Medical Research Award» (em inglês). Albert And Mary Lasker Foundation. Consultado em 23 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2016 


Precedido por
Stanley Cohen e Rita Levi-Montalcini
Nobel de Fisiologia ou Medicina
1987
Sucedido por
James Black, Gertrude Elion e George Hitchings


Ícone de esboço Este artigo sobre medicina é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.