Klaus von Klitzing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Klaus von Klitzing
Nascimento 28 de junho de 1943 (73 anos)
Schroda, Polônia (na época ocupada pela Alemanha)
Nacionalidade Alemanha Alemão
Prêmios Prêmio Walter Schottky (1981), Medalha do prêmio Nobel Nobel de Física (1985), Medalha Dirac (UNSW) (1988), Prêmio de Pesquisa Philip Morris (1990), Medalha Carl Friedrich Gauß (2005), Hall da Fama da Pesquisa Alemã (2013)
Campo(s) Física

Klaus von Klitzing (Schroda, 28 de junho de 1943) é um físico alemão.

Foi laureado com o Nobel de Física de 1985, pela descoberta da quantização do Efeito Hall.[1]

Após concluir o curso de física em Braunschweig, passou 10 anos na Universidade de Würzburg, realizando trabalhos de pesquisa no Laboratório Clarendon, em Oxford, Reino Unido, e também em Grenoble, França. Tornou-se professor em Munique em 1980. Desde 1985 é o diretor do Instituto Max Planck para Pesquisas em Estado Sólido, na cidade de Estugarda.

Atualmente dedica-se a pesquisar as propriedades de sistemas eletrônicos de dimensão reduzida, tipicamente em baixas temperaturas e submetidos a fortes campos magnéticos.

Von Klitzing foi nomeado pelo Papa Bento XVI membro da Pontifícia Academia das Ciências em 22 de maio de 2007.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Carlo Rubbia e Simon van der Meer
Nobel de Física
1985
Sucedido por
Ernst Ruska, Gerd Binnig e Heinrich Rohrer


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.