Giorgio Parisi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Giorgio Parisi
Nascimento 4 de agosto de 1948 (73 anos)
Roma
Nacionalidade italiano
Alma mater Universidade de Roma "La Sapienza"
Prêmios Medalha Boltzmann (1992), Racah Lectures in Physics (1997), Medalha Dirac (ICTP) (1999), Prêmio Enrico Fermi (2002), Prêmio Dannie Heineman de Física Matemática (2005), Prêmio Lagrange da Fundação CRT (2009), Medalha Max Planck (2011), Prêmio Física de Alta Energia e Partículas (2015), Prêmio Lars Onsager (2016), Nobel de Física (2021)
Instituições Universidade de Roma "La Sapienza"
Campo(s) física

Giorgio Parisi (Roma, 4 de agosto de 1948) é um físico italiano. Recebeu o Nobel de Física de 2021 juntamente com Syukuro Manabe e Klaus Hasselmann, por suas investigações da mecânica estatística de sistemas complexos.[1]

Participou da 24ª Conferência de Solvay, em 2008.

Destaques da carreira[editar | editar código-fonte]

Giorgio Parisi se formou na Universidade de Roma La Sapienza em 1970 sob a supervisão de Nicola Cabibbo. Ele foi um pesquisador no Laboratori Nazionali di Frascati (1971–1981) e um cientista visitante na Universidade de Columbia (1973–1974), Institut des Hautes Études Scientifiques (1976–1977) e École Normale Supérieure (1977–1978). De 1981 a 1992 ele foi professor titular de Física Teórica na Universidade de Roma Tor Vergata e agora é professor de Teorias Quânticas na Universidade Sapienza de Roma.[2] Em 2018, foi eleito presidente da Accademia dei Lincei.[3]

Honrarias e prêmios[editar | editar código-fonte]

Giorgio Parisi é membro da Accademia dei Lincei e membro estrangeiro da Académie des Sciences,[4] da American Philosophical Society[5] e da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.[6]

Publicações selecionadas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «The Nobel Prize in Physics 2021». NobelPrize.org. 5 de outubro de 2021. Consultado em 5 de outubro de 2021 
  2. «New Simons Collaboration: Cracking the Glass Problem». Simons Foundation (em inglês). 10 de abril de 2016. Consultado em 5 de outubro de 2021 
  3. «Il fisico Giorgio Parisi eletto presidente dell'Accademia dei Lincei - Scienza & Tecnica». ANSA.it (em italiano). 22 de junho de 2018. Consultado em 5 de outubro de 2021 
  4. «Giorgio Parisi». Académie des Sciences. 1992 
  5. «APS Member History». search.amphilsoc.org. Consultado em 5 de outubro de 2021 
  6. «Giorgio Parisi». Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos. 2003 
  7. «C3 Commission Award – The Boltzmann Medal». União Internacional de Física Pura e Aplicada. 1992 
  8. «Dirac Medallist 1999». Centro Internacional de Física Teórica. 1999 
  9. «Enrico Fermi Prize list of winners.». Società Italiana di Fisica. 2002 
  10. «2005 Dannie Heineman Prize for Mathematical Physics Recipient.». American Physical Society. 2005 
  11. «Lagrange-CRT Foundation Prize winners.». CRT Foundation. 2009 
  12. «The Max Planck medal laureates and winners 2011». Deutsche Physikalische Gesellschaft. 2011. Consultado em 5 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2018 
  13. «The High Energy and Particle Physics Prizes». European Physical Society. 2015 
  14. «2016 Lars Onsager Prize Recipient». American Physical Society. 2016 
  15. «2018 Pomeranchuk Prize Recipients». 2018 
  16. «2021 Wolf Prize Recipients». 2021 
  17. «Press release: The Nobel Prize in Physics 2021». 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Stephen Adler e Roman Jackiw
Medalha Dirac do ICTP
1999
Sucedido por
Howard Georgi, Jogesh Pati e Helen Quinn
Precedido por
Gabriele Veneziano
Prêmio Dannie Heineman de Física Matemática
2005
Sucedido por
Sergio Ferrara, Daniel Freedman e Peter van Nieuwenhuizen
Precedido por
Dieter Vollhardt
Medalha Max Planck
2011
Sucedido por
Martin Zirnbauer


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.