Andreia C. Faria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Andreia C. Faria
Nascimento 1984 (37 anos)
Porto
Cidadania Portugal
Ocupação escritora, poetisa
Prêmios Prémio Autores

Andreia C. Faria (Porto, 1984) é uma poeta portuguesa, galardoada com o Prémio Autores de 2018 e com o Prémio Literário Fundação Inês de Castro 2019. [1][2]

Percurso[editar | editar código-fonte]

Publicou em 2008 o seu primeiro livro de poemas, De haver relento (Cosmorama Edições). Seguiram-se Flúor (Textura Edições, 2013), Um pouco acima do lugar onde melhor se escuta o coração (Edições Artefacto, 2015) e Tão Bela Como Qualquer Rapaz (Língua Morta, 2017). [3]

Em 2019, publicou um volume com a sua obra reunida em Alegria para o fim do mundo (Porto Editora), na colecção Elogio da Sombra, coordenada por Valter Hugo Mãe, que considera que «o trabalho de Andreia C. Faria está entre os mais urgentes, magníficos, da poesia contemporânea»[4].

Em 2020 publicou o conjunto de prosas Clavicórdio (Língua Morta). [5]

Um poema seu foi incluído na antologia Os Cem Melhores Poemas Portugueses dos Últimos Cem Anos (2017), organizada pelo jornalista e crítico literário José Mário Silva.

Prémios e Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Recebeu o prémio de Melhor Livro de Poesia nos Prémios Autores de 2018 da SPA - Sociedade Portuguesa de Autores com a obra Tão Bela Como Qualquer Rapaz[1]. Este livro foi também incluído pelo crítico e ensaísta António Guerreiro na lista dos melhores livros de poesia de 2017 do jornal Público[6].

Foi galardoada com o Prémio Literário Fundação Inês de Castro 2019 com o livro Alegria para o fim do mundo. [7]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Prémios Autores de 2018». Wikipédia, a enciclopédia livre. 8 de agosto de 2018 
  2. «Andreia C. Faria». www.goodreads.com. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
  3. «Biblioteca Nacional de Portugal». catalogo.bnportugal.pt. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
  4. FARIA, Andreia C. (2019). Alegria para o fim do mundo. Porto: Porto Editora. 210 páginas 
  5. «Clavicórdio». www.almedina.net. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
  6. «Poesia: o melhor do ano». PÚBLICO. Consultado em 16 de setembro de 2019 
  7. «Prémio Literário 2019». Fundação Inês de Castro. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.