António Vicente Campinas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vicente Campinas
Nome completo António Vicente Campinas
Nascimento 1910
Vila Nova de Cacela Portugal
Morte 1998 (88 anos)
Vila Real de Santo António, Portugal
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Poeta e prosador

António Vicente Campinas (Vila Nova de Cacela, 1910 - Vila Real de Santo António, 1998) foi um poeta e prosador português algarvio. Tem uma biblioteca com o seu nome em Vila Real de Santo António.

Obras[editar | editar código-fonte]

Começou a editar poesia em 1938, com o livro Aguarelas. Entre as suas obras poéticas conta-se o livro Raiz da Serenidade. Em 1952 publica o seu primeiro romance «Fronteiriços», dedicado aos contrabandistas. Publicou ainda livros de contos. Especialmente famoso é o seu poema "Cantar Alentejano", em honra de Catarina Eufémia, musicado por José Afonso, no álbum "Cantigas de Maio" editado no Natal de 1971[carece de fontes?].

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.