Antoine-Louis Barye

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antoine-Louis Barye (Charles Camino, 1884)
"Teseu e o Minotauro" em exposição no Louvre

Antoine-Louis Barye (Paris, 24 de setembro de 1796 - idem, 25 de junho de 1875) foi um escultor francês.

Assim como a maioria dos escultores da Era Romântica ele começou sua carreira como ourives. Começou a estudar na École des Beaux Arts em 1818, mas foi só em 1823 que descobriu sua verdadeira vocação, ao principiar seus estudos em desenho e modelagem de esculturas em escala reduzida.[1][2]

É considerado um dos principais artistas em representação de animais da escola francesa, com esculturas como "Le Lion au serpent" ("O leão e a serpente")[3] e "Thésée et le Minotaure" ("Teseu e o minotauro").

Referências

  1. Kjellberg, Pierre (1994). Bronzes of the 19th Century 1st ed. Atglen, Pennsylvania: Schiffer Publishing, Ltd. 53 páginas. ISBN 0-88740-629-7 
  2. Mackay, James, The Animaliers, E.P. Dutton, Inc., New York, 1973
  3. [1]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Antoine-Louis Barye
  • DDAA (1984). Historia Universal del Arte:volumen IX. [S.l.]: Madrid, SARPE. ISBN 84-7291-597-2 
  • Michel Poletti y Alain Richarme (2000). Barye - Catalogue raisonné des sculptures (em francés). [S.l.]: París, Edition Gallimard. ISBN 84-7291-597-2 
  • Michel Poletti (2002). Monsieur Barye: Univers du Bronze (em francés). [S.l.]: París, Edition Acatos. ISBN 84-7291-597-2