Aristóbulo Deambrossi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Aristóbulo Luis Deambrossi (Escobar, 19 de junho de 1917 - 12 de setembro de 1995) é um ex-futebolista argentino.

Deambrossi é um dos maiores ídolos do River Plate,[1] onde jogou de 1935 e 1946. Ganhou cinco campeonatos argentinos no período,[1] em 1936, 1937, 1941, 1942, 1945. Ponteiro, integrou o início da formação do celebrado elenco conhecido como La Máquina que o River teve na década de 1940. Compensava com velocidade e grande habilidade em adentrar na área adversária o fato de não ser corpulento, mas foi perdendo lugar na equipe titular após a ascensão de Félix Loustau e Juan Carlos Muñoz.[1]

Curiosamente, poderia ter se consagrado também no arquirrival Boca Juniors: era o técnico do elenco auriazul vice-campeão da Taça Libertadores da América de 1963 para o Santos de Pelé.[2]

Referências

  1. a b c "Aristóbulo Deambrossi", El Gráfico especial número 27, "100 Ídolos de River", novembro de 2010, pág. 63
  2. "Copa Libertadores da América - Todas as finais", Anuário Placar 2004, Editora Abril, págs. 394-405


Bandeira de ArgentinaSoccer icon Este artigo sobre um futebolista argentino é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.