Arquitetura orgânica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A arquitetura orgânica, arquitetura organicista ou ainda organicismo foi uma escola da arquitetura moderna influenciada pelas ideias do arquiteto estado unidense, Frank Lloyd Wright. Sua ideologia promove a harmonia entre a habitação humana e a natureza.

Apesar de ter surgido nos Estados Unidos, a ideologia se desenvolveu ao redor de todo o mundo, com destaques como o arquiteto europeu Alvar Aalto. A arquitetura orgânica teve maior incidência na Europa do Norte.

O conceito do organicismo foi desenvolvido através das pesquisas de Frank Lloyd Wright, que acreditava que uma casa deve nascer para atender às necessidades das pessoas e do caráter do país como um organismo vivo e, com isso, o design é pensado para se aproximar de uma construção integrada ao máximo com seu terreno e seu entorno. Sua convicção era de que os edifícios influenciam profundamente as pessoas que neles residem, trabalham ou rezam, e por esse motivo o arquiteto é um modelador de homens.[1]

De uma forma geral, a arquitetura orgânica é considerada como um contraponto (e em certo sentido, uma reação) à arquitetura racionalista influenciada pelo International style de origem européia.[2][3]

Histórico[editar | editar código-fonte]

O termo "arquitetura orgânica" foi cunhado por Frank Lloyd Wright (1867-1959), arquiteto responsável pelos projetos da casa Fallingwater (A casa da Cascata) e do Museu Solomon R. Guggenheim em Nova York. [4]

A ideia da arquitetura orgânica se refere não só para a relação literal das construções e o entorno natural, mas também em como o próprio design dessas construções é pensado e desenvolvido para ela funcionar como um organismo em sua totalidade.
Essa arquitetura é ampla e possui um alinhamento entre a natureza e a filosofia humanista, que em termos arquitetônicos transformam as formas em mais adaptáveis e agradáveis para o humano, trazendo um aspécto menos rígido. A obra passa a ser considerada um organismo vivo, com elementos que respeitam a natureza e apromoram caracterísitcas básicas, aprovimando a arquitetura de atividades comuns e diárias. [4]


Notáveis arquitectos organicistas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquitetura orgânica

Referências

  1. Frank Lloyd Wright (1954). The Natural House (New York: Bramhall House), p. 3
  2. Freed, Eric Corey (2007). WHAT IS ORGANIC ARCHITECTURE?
  3. Pearson, David (2001). The Breaking Wave: New Organic Architecture (Stroud: Gaia), p. 72
  4. a b «Arquitetura Orgânica: conheça o conceito de e saiba como aplicá-lo». Archtrends Portobello Blog. 17 de julho de 2017. Consultado em 30 de março de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.